Selene Delgado Lopez: tudo sobre o “perfil fantasma” que anda assolando a web

Por Ramon de Souza | 04 de Setembro de 2020 às 19h30
Reprodução/Facebook

De tempos em tempos, surge uma nova polêmica viral na web para tirar o sono dos internautas. Desta vez, porém, o bafafá digital realmente tem a capacidade de causar noites mal-dormidas nos indivíduos que se assustam com histórias de fantasmas. Estamos falando do “caso” Selene Delgado Lopez, a suposta assombração que decidiu se cadastrar no Facebook e adicionar geral em sua lista de amigos — sim, ela adicionou até mesmo você!

Calma, vamos contextualizar. A lenda urbana que se conta na web é o seguinte: este perfil, que retrata uma mulher mexicana (aparentemente na faixa dos 40 anos) de nome Selene Delgado Lopez, teoricamente é amigo de todos os usuários do Facebook, mesmo que ninguém se lembre de ter enviado ou aceitado um convite de conexão. Ademais, a conta é um tanto vazia, possuindo apenas três fotos sem sentido e não respondendo mensagens.

Para tornar a situação ainda mais bizarra, de acordo com a rede jornalística mexicana ABC, Selene Delgado foi um nome muito citado na mídia nacional entre os anos 90 e 2000, já que uma mulher com o mesmo nome teria desaparecido nessa época. A família teria anunciado o desaparecimento de Selene nos veículos de TV e até mobilizado buscas, mas jamais encontraram a (na época) jovem.

Será real?

Agora, vamos aos fatos. Selene não é sua amiga no Facebook; na verdade, ela possivelmente não tem nenhum amigo na rede social. O que acontece é que o perfil está configurado para não receber solicitações de amizade, o que oculta o botão “Adicionar”; a falta desse recurso fez com que muitas pessoas, erroneamente, pensassem que a suposta fantasma já estava em sua lista de contatos.

Imagem: Captura de tela/Canaltech

Também é importante reparar na URL do perfil de Selene: o endereço cita um tal de Luis Atilano, que provavelmente é o real dono da conta e responsável pela trollagem. A própria ABC ressalta que, misteriosamente, todos os registros jornalísticos que citavam o desaparecimento da mexicana sumiram. Esse detalhe fez com que muitas pessoas considerassem Selene um experimento midiático.

Não podemos nem afirmar que a mulher das fotos sequer existe, já que, hoje em dia, é muito fácil criar deepfakes e rostos gerados por algoritmos inteligentes. De qualquer forma, o Canaltech gostaria de ressaltar um detalhe que parece ter passado despercebido por muita gente: em uma das fotos, a tal da Selene dá várias pistas que podem ser usadas por instituições de inteligência para rastrear a sua real identidade e o seu paradeiro.

Imagem: Captura de tela/Canaltech

A imagem em questão retrata Selene sentada no capô de um carro modelo Volkswagen Saveiro, cuja placa aponta para a cidade mexicana de Jalisco e possui código JT-63-875. Ao fundo, também vemos um prédio cujo nome começa com “Seguridade P” (que pode ser “Publica” ou “Privada”). A placa é real, visto que a validamos em um checador de multas online; resta às autoridades rastrear o seu dono e questionar sua relação com a mulher mais misteriosa do Facebook.

Fonte: A Tribuna

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.