Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

5 dicas para não cair no Golpe do IPVA 2024

Por| Editado por Jones Oliveira | 03 de Fevereiro de 2024 às 08h30

Link copiado!

Michael Geiger/Unsplash
Michael Geiger/Unsplash

Pagar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) anualmente já não é uma tarefa das mais agradáveis. Imagine, então, se após realizar a quitação do tributo você se der conta que foi vítima do Golpe do IPVA 2024? Já pensou no tamanho da dor de cabeça (e do prejuízo)?

O Golpe do IPVA é mais um, entre tantos outros que existem por aí, com um único objetivo: roubar o dinheiro dos contribuintes por meio de boletos falsos, sites clonados ou aplicativos e mensagens maliciosas preparadas para ludibriar os mais desatentos.

Se você tem dúvidas sobre quais formas corretas e seguras de pagar o IPVA sem cair no golpe, preste atenção nas dicas que o Canaltech preparou. É só seguir direitinho as recomendações que o tributo chegará aos órgãos competentes, e não às mãos dos mal-intencionados.

Continua após a publicidade

5 dicas para não cair no Golpe do IPVA

Nossos colegas do Portal do Trânsito conversaram com Adalberto Da Pieve, CMO da Zapay, fintech especializada no setor automotivo. Ele compartilhou 5 dicas importantes que vão ajudar você a não cair no Golpe do IPVA.

5. Cuidado com sites dublês

Um dos principais métodos utilizados pelos bandidos para aplicar o Golpe do IPVA em 2024 está na criação de sites dublês. Eles são idênticos aos oficiais de bancos, órgãos públicos e empresas credenciadas. Assim, conseguem enganar os contribuintes mais desatentos.

Segundo o CMO da Zapay, a dica para evitar ser enganado é digitar no próprio navegador a URL do site desejado. Assim, você poderá ter a certeza de que está acessando o endereço eletrônico correto. Além disso, evite clicar em links para não cair no golpe.

4. Boletos e Pix

Continua após a publicidade

A segunda dica para evitar cair no Golpe do IPVA 2024 também é bem simples: jamais acredite em boletos ou chaves Pix enviadas por e-mail, SMS ou Correios cobrando o pagamento do tributo. Apesar de eles carregarem logotipos oficiais, todos são falsos, assim como os sites dublês.

3. Telefonemas ou mensagens via SMS

Outras vias bastante utilizadas para enganar as pessoas e se apossar indevidamente do dinheiro dos contribuintes são as mensagens enviadas via SMS e até mesmo em simples telefonemas.

Continua após a publicidade

Esse tipo de golpe do IPVA consiste em uma pessoa que faz contato se passando por um funcionário do Detran ou do governo. Ao abordar o contribuinte, ela informa que o pagamento do tributo está atrasado e pede os dados bancários para emitir um boleto. Ao pagar o tal boleto, o dinheiro vai direto para a conta do golpista.

2. E-mails

Boletos falsos, chaves pix com destinatários e ofertas de descontos no pagamento do IPVA são alguns dos tipos de e-mails falsos criados pelos mal-intencionados para fazer você cair no golpe.

Continua após a publicidade

A orientação do especialista em segurança é clara: jamais efetue qualquer tipo de pagamento se não tiver a absoluta certeza de que a empresa que está oferecendo o serviço é realmente credenciada para arcar com o tributo de forma parcelada ou com algum tipo de desconto.

1. Nunca compartilhe senhas bancárias e do cartão

A última das 5 dicas para não cair no Golpe do IPVA 2024 vale também para outras situações: nunca, em hipótese alguma, compartilhe informações como senhas bancárias ou códigos de segurança dos cartões de crédito. O estrago desses dados nas mãos de pessoas mal-intencionadas pode ser bem maior do que o desvio do não-pagamento do IPVA.

Continua após a publicidade

Como pagar o IPVA e evitar o golpe?

O pagamento do IPVA 2024 pode ser feito de diversas formas, dependendo do estado em que o veículo estiver registrado.

Em São Paulo, a Secretaria da Fazenda e Planejamento (Sefaz-SP) inovou ao acrescentar a opção de quitar o tributo via Pix (e é aí que o cuidado precisa ser redobrado para não enviar o dinheiro às mãos erradas).

Continua após a publicidade

Nesse caso, a orientação é o acessar a página do IPVA no portal da Sefaz-SP, informar os dados do veículo (Renavam) e gerar um QR code, que servirá para o pagamento.

“O QR code Pix tem validade de 15 minutos, após o qual expira. Não tendo sido pago, será necessário emitir um novo QR code (sempre pelo site da Sefaz-SP). Na tela do QR code, há um contador temporal de tempo restante, indicando quando o código expirará. Ao ler o QR code com o aplicativo de banco ou instituição de pagamento, aparecerá a informação de que o pagamento é destinado à 'Secretaria da Fazenda e Planejamento', sob o CNPJ 46.377.222/0003-90 em conta do Banco do Brasil”.​

A Sefaz-SP informou ainda que as antigas opções de recolhimento do imposto seguem disponíveis. Com isso, a quitação do IPVA 2024 em São Paulo pode ser feita nos seguintes moldes:

Continua após a publicidade
  • Diretamente na rede bancária (na boca do caixa);
  • Nos terminais de autoatendimento dos bancos;
  • Pela internet (sites ou aplicativos dos bancos);
  • Nas casas lotéricas;
  • Com cartão de crédito, mas só nas empresas credenciadas junto à Sefaz-SP.

*Com informações do Portal do Trânsito