Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Cientistas usam fotossíntese para produzir etanol

Por| Editado por Jones Oliveira | 13 de Junho de 2023 às 09h30

Link copiado!

Tham KC/Envato/CC
Tham KC/Envato/CC

A busca por combustíveis mais limpos não está resumida à eletrificação ou às células de hidrogênio. Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, utilizaram os princípios da biologia para produzir etanol a partir do processo da fotossíntese.

A equipe liderada pelo professor Erwin Reisner, do Departamento de Química de Yusuf Hamied, replicou o processo em que as plantas utilizam a luz solar para produzir oxigênio e criou um combustível sintético zero emissor de poluentes com o auxílio de um novo catalisador à base de cobre e paládio.

Continua após a publicidade

A princípio, a produção do combustível sintético limpo obteve sucesso apenas em escala laboratorial, mas a ideia dos cientistas britânicos é, em um futuro próximo, encontrar meios de produção em massa para que o "etanol da fotossíntese" possa ser utilizado para dar sobrevida aos motores a combustão.

"Apesar do progresso na produção de produtos gasosos simples, a construção de dispositivos fotoeletroquímicos não assistidos para produção de multicarbono líquido continua sendo um grande desafio", explicou o professor Erwin Reisner, em artigo publicado na Nature Energy.

Folhas artificiais são mais eficazes

De acordo com o artigo, as "folhas artificiais" que produziram etanol a partir da fotossíntese, além de mais limpas, também são mais eficazes que os "originais". Segundo Reisner, esse início de trabalho já mostrou "o que as folhas artificiais são capazes de fazer".

Continua após a publicidade

"É importante mostrar que podemos ir além das moléculas mais simples e fazer coisas que são diretamente úteis à medida que nos afastamos dos combustíveis fósseis", concluiu.

*Com informações: Nature Energy