Bugatti revela o primeiro veículo elétrico da marca, mas há um porém

Bugatti revela o primeiro veículo elétrico da marca, mas há um porém

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 12 de Janeiro de 2022 às 15h35
Divulgação/Bugatti

Mundialmente conhecida por seus carros superesportivos, que aceleram de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos e custam milhões de dólares, a Bugatti finalmente apresentou seu primeiro veículo elétrico ao mundo… Mas ele não é nada disso que os fãs da marca estão acostumados a ver pelas ruas e pistas.

Ao invés de um novo supercarro da família Chiron, por exemplo, a marca francesa revelou ao mundo um patinete elétrico. Desenvolvido em parceria com a Bytech, empresa que há mais de 20 anos trabalha no ramo tecnológico, o patinete da Bugatti ainda não teve seu preço revelado, mas ganhou até um site oficial de lançamento.

A apresentação do produto já mostra que a empresa, apesar de talvez ter frustrado quem estivesse à espera de um novo super bólido, não produziu um “simples patinete”. Pelo menos é o que diz a marca no site do produto.

“Uma olhada no design aerodinâmico exclusivo e na aparência sofisticada do patinete elétrico Bugatti dirá que este não é apenas um patinete básico. Fabricado com o consumidor comum em mente, tem um design dobrável elegante e funcional e está disponível em três cores: Agile Blue (azul), Silver (prata) e Black (preto)”.

Patinete elétrico da Bugatti terá autonomia de até 40 quilômetros por carga (Imagem: Divulgação/Bugatti)

Como é o patinete elétrico da Bugatti?

O Bytech Bugatti é recheado de tecnologia, e tem até modos de condução diferentes: Economy, City e Sport. As velocidades variam entre 15 e 30 km/h, graças ao motor elétrico de 700 W (0,9 cv) e à bateria de 36 V e 10 Ah, que dá ao patinete um alcance entre 32 e 40 quilômetros com uma única carga.

Em termos de tecnologia, o patinete elétrico da Bugatti tem um sistema de iluminação e sinalização completo, com piscas duplos, base iluminada e até mesmo um recurso que projeta o monograma da marca no solo, um charme famoso dos veículos da marca quando suas portas são abertas.

Wiebke Stahl, diretor administrativo, afirmou, em comunicado, que a ideia da Bugatti é mandar o patinete elétrico para vários países, mas não revelou quais.

“A parceria com uma empresa como a Bytech nos dá a oportunidade de expandir nosso alcance no espaço de mobilidade elétrica com um parceiro experiente e um produto que pode ser apreciado por consumidores em todo o mundo”.

Fonte: Bugatti

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.