Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Táxis sem motorista da GM perdem licença para operar na Califórnia

Por| Editado por Jones Oliveira | 30 de Outubro de 2023 às 18h15

Link copiado!

Divulgação/Cruise
Divulgação/Cruise

A Cruise, divisão de carros autônomos da GM que vem testando táxis sem motorista nos Estados Unidos, teve sua licença revogada pelo Departamento de Veículos da Califórnia após se envolver em uma série de acidentes.

Em comunicado publicado em sua conta na rede social X (ex-Twitter), a empresa confirmou a suspensão dos direitos dos chamados robotáxis e informou que, por conta da decisão do órgão fiscalizador, fará uma pausa em suas operações em São Francisco.

Continua após a publicidade
“Soubemos hoje, às 10h30, horário do Pacífico, sobre a suspensão de nossas licenças para táxis sem motorista pelo DMV da Califórnia. Como resultado, pausaremos as operações de nossos veículos autônomos em São Francisco”.

Segundo os executivos da Cruise, a interrupção será temporária, mas servirá para “reservar um tempo para examinar processos, sistemas e ferramentas” e, com isso, “encontrar uma maneira de operar melhor para ganhar a confiança do público”.

Robotáxis “ameaçam segurança pública”

A justificativa do Departamento de Veículos da Califórnia para suspender a licença para a Cruise operar seus táxis autônomos foi curta e grossa. Segundo o órgão, os carros sem motorista “são uma ameaça à segurança pública”.

A decisão foi tomada após a NHTSA (Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário) ter recebido uma nova série de denúncias a respeito dos veículos autônomos da Cruise, incluindo falta de cuidado com os pedestres nas estradas e nas faixas exclusivas para atravessar as vias.

“Aceitamos os questionamentos da NHTSA relacionados ao nosso registro de segurança e operações”, sintetizou Hannah Lindow, porta-voz da Cruise, que afirmou ainda estar à disposição das autoridades para cooperar com todas as investigações.

Vale lembrar que, recentemente, os robotáxis autônomos da Cruise se envolveram em graves acidentes, incluindo um no qual o carro sem motorista parou em cima de um pedestre que foi atropelado por outro veículo e acabou arremessado para a faixa em que ele trafegava.