O que é FTP?

O que é FTP?

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 06 de Maio de 2022 às 17h25
Reprodução/Pixabay

O FTP é um antigo protocolo de transferência de arquivos entre dispositivos conectados a uma mesma rede (seja local ou a internet). O acrônimo significa File Transfer Protocol (ou “Protocolo de Transferência de Arquivos”, em português) e, por vezes, é usado como sinônimo para se referir a programas cuja função é compartilhar documentos.

O protocolo surgiu em 1971, criação do estudante de engenharia elétrica Abhay Bhushan. Trata-se de um padrão independente de hardware que originalmente rodava na NCP (Network Control Program), responsável pela camada de transporte, mas em 1980 foi atualizado para o TCP/IP (Transmission Control Protocol), que se tornou padrão anos depois.

O protocolo FTP é um padrão para compartilhamento de dados entre computador e servidores (Imagem: Reprodução/Apple)

Um dos métodos mais antigos na transferência de dados entre computadores, o Protocolo de Transferência de Arquivos usa modelo cliente/servidor, em que o primeiro faz acessa os dados e o segundo é encarregado pelo armazenamento dos dados compartilhados.

Por ser um padrão bem antigo, porém, ele já não conta com muitos dos recursos de segurança conhecidos atualmente. Uma documentação relacionada ao protocolo ressalta que o FTP é vulnerável para ataques de força bruta, interceptação de pacotes, sequestro de portas e ataques de negação de serviço (DDoS).

FTP é um protocolo antigo, então não é tão seguro quanto alternativas mais recentes (Imagem: Reprodução/Colossus Cloud (Pixabay))

Os dados em tráfego pelo padrão FTP não são criptografados e podem ser conferidos por quem tiver acesso à rede. Esse é um problema bem comum para especificações desenvolvidas antes das ferramentas de segurança TLS e SSL.

Como acontece a transferência via FTP?

O processo de envio/recebimento de arquivos via FTP é bem semelhante ao download de arquivos de um serviço de armazenamento em nuvem, por exemplo, mas por uma interface diferente e mais integrada ao sistema.

Após estabelecer a conexão fornecendo credenciais de acesso (login e senha) num computador conectado à rede (cliente), o usuário utiliza softwares para solicitar dados do servidor FTP. Em versões simples, os arquivos podem estar todos dispostos em uma página web básica apenas com links para download.

Suporte em software

A adoção do FTP decaiu ao longo dos anos, à medida que protocolos mais eficientes e seguros foram surgindo — exemplo é o FTPS, padrão de transferência de arquivos reforçado com criptografia SSL/TLS. Em navegadores, o protocolo deixou de ser suportado completamente na versão 88, lançada no ano passado; o Firefox aposentou a especificação em abril, também no lançamento de número 90.

Atualmente, o protocolo FTP (ou FTPS) é mais visto em serviços de hospedagem de sites e facilita o processo de transferência de arquivos com o servidor remoto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.