5 programas para ripar DVDs e Blu-Rays para o computador

Por Sérgio Oliveira

Fazer o backup de filmes no computador a partir de DVDs e Blu-Rays não é exatamente algo novo. A prática já faz parte da rotina de rippers, que disponibilizam os arquivos extraídos em sites de compartilhamento, há muito tempo.

Mesmo com a natureza ilegal da prática, a verdade é que ela vem se difundindo cada vez mais entre o usuário comum, que só quer liberar um pouco mais de espaço na prateleira armazenando o conteúdo dos discos no computador.

Independentemente do fim que você pretende dar aos arquivos extraídos das suas mídias, nós separamos 5 sugestões de bons softwares gratuitos para você ripar seus DVDs e Blu-Rays e armazená-los no disco rígido do seu computador. Confira:

1. MakeMKV

O MakeMKV é o exemplo clássico de programa que conquista o usuário pela simplicidade e eficiência na hora de cumprir o que promete. Nele, o usuário não precisa se preocupar com basicamente nada, já que as configurações vêm setadas de maneira a agradar a maior parte do público.

Fora isso, tudo funciona de uma maneira bastante simples, restando ao usuário desempenhar tarefas simples, como inserir o disco no drive do computador, selecionar o idioma do áudio e legenda a ser extraído e pronto. Feito isso, basta dar início ao processo de backup do disco, que dura de 10 minutos a 2 horas, dependendo se a mídia é DVD ou Blu-Ray.

O funcionamento do MakeMKV é bem simples, bastando inserir o DVD para ver os arquivos de vídeo que estão nele. Depois de selecionar o que quer extrair dali, basta selecionar a pasta onde os arquivos ficarão e clicar no botão de backup à direita

O funcionamento do MakeMKV é bem simples, bastando inserir o DVD para ver os arquivos de vídeo que estão nele. Depois de selecionar o que quer extrair dali, basta selecionar a pasta onde os arquivos ficarão e clicar no botão de backup à direita (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

O único problema aqui é que geralmente os arquivos de saída de Blu-Rays ocupam, em média, 6 GB no HD, o que pode ser um empecilho para quem também procura poupar espaço no computador. Se esse for o seu caso, basta converter o resultado final para MP4 ou AVI, que irão comprimir o arquivo de maneira considerável.

Download: MakeMKV

2. Handbrake

Já falamos do Handbrake quando o assunto foi conversores de arquivos aqui no Canaltech. A verdade é que além de converter os mais variados tipos de arquivo, ele também oferece ferramentas para ripar DVDs e Blu-Rays diretamente para MP4 ou MKV.

Aqui tudo é muito intuitivo, bastando o usuário inserir o disco no drive e indicar que ele será utilizado no processo no botão "Source" na parte superior esquerda do aplicativo.

A partir daí basta definir em qual dispositivo o arquivo de saída será reproduzido (pode ser iPod, iPad, computador etc.) e se ele deverá vir acompanhado de legenda ou não. Depois disso, basta clicar em "Start" e pronto. Embora haja inúmeras opções de ajustes, o conselho é deixá-las como estão a não ser que você saiba exatamente o que está fazendo. Mesmo nas configurações padrão o resultado final é para lá de satisfatório.

O Handbrake é outro software que aposta na simplicidade para ripar DVDs. Embora ofereça mais opções, aqui basta clicar em Source (1) para escolher a mídia que será usada, depois informar qual perfil do arquivo de saída (2) e, finalmente, iniciar o processo clicando em Start (3)

O Handbrake é outro software que aposta na simplicidade para ripar DVDs. Embora ofereça mais opções, aqui basta clicar em Source (1) para escolher a mídia que será usada, depois informar qual perfil do arquivo de saída (2) e, finalmente, iniciar o processo clicando em Start (3) (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Além de toda essa simplicidade, o Handbrake é open source e está disponível para várias plataformas, cobrindo desde o Windows até as linhas de comando, passando pelo Linux e Mac OS. Graças a isso, a comunidade em torno do software é bem forte e ele está recebendo atualizações constantemente.

Download: Handbrake

3. WinX DVD Ripper

Se você está querendo ir além de simplesmente ripar seus DVDs e deixá-los guardados no computador, o WinX DVD Ripper foi feito para você. O grande atrativo dessa ferramenta são as variadas opções de extração, que preparam os vídeos para serem executados até em dispositivos móveis com Android e videogame portáteis como o PSP.

Em sua versão gratuita, o WinX DVD Ripper é capaz de extrair e converter DVDs diretamente para MP4, WMV, AVI, FLV, MOV, MPEG, H.264, iPhone, iPod, Apple TV, Android e PSP. Se o DVD tiver trava de proteção, também não tem problema, pois ele passa por cima disso e extrai o vídeo do mesmo jeito.

A interface do WinX DVD Ripper é bastante intuitiva e auto-explicativa. Basta clicar em Disc para selecionar o seu DVD, informar o formato de saída nas abas na parte inferior e depois clicar em Start para iniciar a extração

A interface do WinX DVD Ripper é bastante intuitiva e autoexplicativa. Basta clicar em Disc para selecionar o seu DVD, informar o formato de saída nas abas na parte inferior e depois clicar em Start para iniciar a extração (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Caso você tenha um dinheiro sobrando e esteja procurando uma ferramenta que lhe ajude em autoração de vídeos, adquirir a versão Pro pode lhe ajudar bastante. Com ela é possível extrair tudo do disco diretamente para um arquivo ISO, além de realizar cortes e ajustes no vídeo e nas legendas.

Download: WinX DVD Ripper

4. DVD Shrink

Talvez um dos mais reconhecidos softwares para ripar DVDs do mercado, o DVD Shrink já está na ativa há bastante tempo e cumpre com perfeição aquilo que promete: comprimir DVDs com mais de 4,7 GB.

A grande sacada aqui é que ele é capaz de pegar DVDs com camada dupla, que passam facilmente dos convencionais 4,7 GB usados por DVDs comuns, e os comprime o máximo possível para que caibam em uma única mídia.

Para usar o DVD Shrink basta selecionar o disco cujo vídeo será extraído em Open Disc (1) e dizer qual áudio e/ou legenda você vai querer que venha com o arquivo final (2). Depois disso, basta clicar em Backup (3) para o processo ter início

Para usar o DVD Shrink basta selecionar o disco cujo vídeo será extraído em Open Disc (1) e dizer qual áudio e/ou legenda você vai querer que venha com o arquivo final (2). Depois disso, basta clicar em Backup (3) para o processo ter início (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Apesar desse ser seu carro-chefe, a verdade é que o DVD Shrink possui outros recursos que facilitam a vida de quem quer poupar ainda mais espaço na extração dos vídeos de DVDs. Nele você poderá descartar porções de vídeo desnecessárias, bem como converter o arquivo de saída para WMV, MP4, AVI, MOV e MKV.

Download: DVD Shrink

5. VLC Player

Se existe um software que pode ser considerado um verdadeiro faz tudo, este é o VLC Player. Além de reproduzir virtualmente qualquer tipo de arquivo multimídia, ele ainda dispõe de ferramentas que ajudam não só na conversão de arquivos, como também na ripagem de DVDs e Blu-Rays.

Para isso, basta inserir o disco no drive do computador e clicar em "Menu", "Abrir mídia". Na tela que se abre, selecione a aba "Disco" e o tipo de mídia que está sendo utilizada. Feito isso, marque a opção "No disc menus" para dispensar os arquivos de menu e aponte uma pasta onde o arquivo de saída será salvo em "Disc Device". Por fim, basta clicar em "Converter/Salvar" para dar início ao processo de extração do arquivo de vídeo do DVD/Blu-Ray.

O processo no VLC Player é um pouco mais complicado que nos demais, mas ele cumpre com seu papel. Acesse o menu Mídia e Converter/Salvar (1) para selecionar o DVD. Indique o drive onde o disco está inserido na aba Disco (2) e depois clique em Converter/Salvar (3). Nessa última tela, defina o perfil do arquivo de saída (3) e o local onde ele será armazenado (4). Por fim, clique em Iniciar

O processo no VLC Player é um pouco mais complicado que nos demais, mas ele cumpre com seu papel. Acesse o menu Mídia e Converter/Salvar (1) para selecionar o DVD. Indique o drive onde o disco está inserido na aba Disco (2) e depois clique em Converter/Salvar (3). Nessa última tela, defina o perfil do arquivo de saída (3) e o local onde ele será armazenado (4). Por fim, clique em Iniciar. Clique para ampliar (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Embora seja uma verdadeira mão na roda e dispense o uso de qualquer outro software relacionado a reprodução e conversão de arquivos de áudio e vídeo, o VLC Player tem lá seus pontos fracos. Nesse caso em específico, o que mais incomoda é a demora para ripar o disco, podendo consumir mais de duas horas em alguns casos.

Download: VLC Player

E aí, você já conhecia ou já trabalhou com algum desses rippers de DVD e Blu-Ray? Ou tem uma sugestão melhor para incrementar a nossa lista? Então não deixe de compartilhar a sua opinião na caixa de comentários aqui embaixo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.