TV analógica será desligada em São Paulo nesta quarta-feira (29)

Por Redação | 29 de Março de 2017 às 07h51
photo_camera Divulgação

Depois de muitas propagandas e campanhas informativas, a TV analógica vai finalmente dar adeus — pelo menos em São Paulo. Conforme já vem sendo comentado há um bom tempo, o sinal analógico vai ser desligado em várias cidades do estado a qualquer momento desta quarta-feira (29). Ao todo, serão 39 municípios que vão contar somente com o sinal digital a partir de então.

A mudança vem sendo vendida como uma evolução tecnológica nas transmissões, mas também é motivo de preocupação para muitas emissoras. Isso porque, apesar de todas as campanhas para incentivar a adequação do equipamento, as empresas temem que nem todo mundo tenha feito os ajustes e isso se transforme em perda de audiência.

Ainda assim, os números são positivos. Membros do Grupo de Implantação da TV Digital (Gired) se reuniram ontem (28) para dar o último aval sobre a migração e analisaram o último levantamento realizado feito pelo Ibope sobre o número de residências que já estariam prontos para receber o novo sinal. De acordo com o que foi levantado, 90% das casas já estão preparadas. Uma portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) determina que a nova tecnologia precisa ter pelo menos 93% de alcance para que a mudança aconteça e, levando em conta a velha margem de erro de três pontos da pesquisa, foi considerado que isso aconteceu.

Por meio de nota em seu site oficial, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou vai continuar distribuindo kits de conversão para a população de baixa renda, o que vai ajudar a alavancar esses índices. A estimativa é que sejam entregues 1,2 milhão de kits até hoje e que essa distribuição dure até meados de maio — quando parte dessa população já vai estar sem a TV analógica.

Além disso, a Anatel explica que 91% dos participantes do Bolsa Família já estão com sua TV preparada para receber o sinal digital. Já nos demais programas sociais, esse número é um pouco menor: 89%. E, para aqueles que não fizeram a adequação, uma mensagem informativa será exibida nos canais abertos que forem desligados, explicando o que é preciso fazer para poder voltar a assistir a seus programas favoritos.

Via: Anatel, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações