Smart TV serve como monitor? | De dicas de gambiarra aos benefícios

Smart TV serve como monitor? | De dicas de gambiarra aos benefícios

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 28 de Novembro de 2021 às 14h00

As primeiras gerações de Smart TVs podem estar se tornando obsoletas por não receberem novas atualizações de sistema. Contudo, esses aparelhos podem ganhar uma sobrevida ao serem transformados em um monitor.

Com a expansão do home office, muitas pessoas estão trabalhando em casa com notebook e sem um monitor auxiliar de segunda tela. Então, essa pode ser uma oportunidade para tornar aquela “TV velha” em um aparelho útil novamente.

Neste guia vamos dar dicas para transformar uma Smart TV em um monitor. Além disso, mostraremos alguns pontos que devem ser considerados antes de tomar essa decisão.

Usando a Smart TV como monitor

Para usar a Smart TV como monitor, é importante verificar se o desktop ou notebook tem portas HDMI. Essas são as entradas que realizam a conexão entre o dispositivo e a tela. Ao identificar esse detalhe, o usuário pode seguir uma das dicas abaixo.

Computadores com HDMI

Assim como a maioria das Smart TVs, grande parte dos notebooks e placas de vídeo modernas possuem portas HDMI. Sem “gambiarras”, basta usar um cabo HDMI padrão para conectar a máquina e a televisão.

Os cabos adaptadores DVI para HDMI são as melhores opções para PC antigos (Imagem: Divulgação/Sewell)

Computadores sem HDMI

Caso a pessoa tenha um PC antigo com porta DVI, a solução é usar um cabo adaptador para HDMI. Fácil de ser encontrado, esse é o acessório mais simples para realizar a conexão entre o computador e a Smart TV.

Se a pessoa deseja ter a Smart TV como segunda tela, a recomendação é usar a entrada DisplayPort das placas de vídeos antigas. Com isso, basta usar o cabo adaptador para HDMI e realizar a conexão de som e imagem.

Ao conectar a Smart TV ao computador, é necessário ajustar a resolução (Imagem: Lupa Charleaux/Canaltech)

Configurando o PC

Independentemente do cabo usado para conectar o PC ou notebook à Smart TV, é necessário definir a resolução da imagem. Então, basta seguir os seguintes passos no Windows:

  • Abra as configurações do computador;
  • Clique em “Sistema” e, em seguida, “Vídeo”;
  • Depois acesse “Configurações Avançadas de Tela”;
  • Selecione o “Visor” e clique na opção “Exibir Propriedade do Adaptador de Vídeo”;
  • Acesse a opção “Listar Todos os Modos” e escolha a resolução mais adequada.
Usar Smart Tv como uma segunda tela pode ser uma opção para editores de vídeo (Imagem: Reprodução/Glenn Carstens-Peters)

Pontos de consideração

Existem vantagens e desvantagens de se usar uma Smart TV como monitor. Analisando a proposta de uso, existem alguns pontos que devem ser considerados ao adotar uma grande tela.

Densidade de Pixels

A Densidade de Pixels é um item importante de se avaliar antes de transformar a Smart TV em monitor. Essa é uma medida que revela o número de pixels por polegada (ppi) exibidos na tela.

Uma TV de 55 polegadas e o display de notebook com 15 polegadas podem ter resolução de 1080p, mas 40 ppi e 141 ppi, respectivamente. Assim, a tela maior terá qualidade de imagem mais confusa para certos detalhes devido ao baixo ppi.

A densidade de pixels deve ser atrelada à distância de visualização do usuário. No caso das Smart TVs, quanto mais longe a pessoa estiver da tela, menor tende a ser o ppi para que a experiência visual seja confortável.

Ao adotar uma Smart TV como monitor é importante se atentar ao Input Lag (Imagem: Reprodução/June Andrei George)

Input Lag

Input Lag é o termo usado para se referir ao atraso entre o movimento do mouse e outros acessórios e a ação na tela. Em geral, os monitores de computadores e de notebooks têm taxas de resposta mais rápidas do que as TVs.

Embora seja um atraso de milissegundos, isso pode se tornar uma experiência frustrante ao longo do tempo. O ideal é que a Smart TV que tenha Input Lag de menos de 20 milissegundos.

Tempo de Resposta

Diferente do Input Lag, o Tempo de Resposta se refere ao curto intervalo que o display leva para alternar os pixels de cor. Nesses casos, a taxa das televisões costumam ser maiores do que as dos monitores.

Então, uma TV com resposta mais lenta pode criar “efeitos fantasmas” em sequências com ritmos intensos em vídeos ou jogos. A melhor solução é ativar o Game Mode ou opção semelhante para reduzir o tempo de processamento de imagem.

Certas Smart TVs podem ser uma ótima tela secundária (Imagem: Reprodução/Elijah Pilchard)

Taxa de Atualização

A Taxa de Atualização se refere à quantidade de vezes que a tela atualiza a imagem por segundo. Se uma TV possui taxa de 60 Hz, isso significa que a imagem é atualizada 60 vezes por segundo.

Os monitores para computadores atuais podem ter taxa de atualização de até 360 Hz. Por outro lado, com exceção de alguns modelos específicos, os televisores variam entre 60 Hz e 120 Hz.

Por exemplo, se a pessoa pretende usar a Smart TV como monitor para jogos de PC com grandes movimentações, a recomendação é ter um aparelho com pelo menos 120 Hz. Isso garantirá uma experiência mais fluida.

Usar a Smart Tv como monitor pode trazer as vantagens do acesso aos serviços de streaming (Imagem: Reprodução/Compare Fibre)

Devo usar uma Smart TV como monitor?

A resposta para essa dúvida depende da proposta de uso e das qualidades do aparelho. Bem como, se a pessoa pretende adquirir uma Smart TV apenas com esse propósito ou pretende dar uma sobrevida para um aparelho “obsoleto”.

  • Se o usuário pretende comprar uma Smart TV apenas para transformá-la em uma tela para tarefas comuns de trabalho, a sugestão é comprar um monitor. Afinal, a pessoa não irá usar nenhum dos outros benefícios do aparelho;
  • Caso a pessoa deseje usar a TV para trabalho e entretenimento – como jogos e filmes –, uma Smart TV de até 21 polegadas pode ser uma ótima aquisição. Isso porque o usuário se beneficiará de recursos extras, como acesso a streamings;
  • Se o usuário quer aprimorar o setup visando o entretenimento, usar a Smart TV como monitor pode ser uma excelente opção. Contudo, é necessário verificar se a televisão oferece os padrões necessários para uma experiência confortável.

Qual a opção que combina mais com você? Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com mais pessoas que vão achar essas dicas úteis.

Canaltech no YouTube

Por que duas TVs que, aparentemente, têm as mesmas características podem ter preços bem diferentes? Entre os destaques estão as tecnologias que aperfeiçoam a imagem, como o upscaling e a otimização de filmes e jogos. Saiba mais sobre os recursos que melhoram a qualidade do que passa na sua tela. Assista ao vídeo TECNOLOGIAS DE MELHORIA DE IMAGEM QUE VÃO ALÉM DA TELA (OU: SUA TV NÃO É APENAS UMA TV) e se inscreva no Canaltech no YouTube.  

Fonte: HelloTech, Pc World, DIY Smart Things

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.