Estudo revela quais operadoras e cidades têm a internet mais rápida do Brasil

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 10 de Junho de 2021 às 09h05
Divulgação/Ookla

A Ookla publicou uma análise sobre o desempenho da internet no Brasil. Segundo a companhia, que é dona do SpeedTest, um dos principais sites de medição de velocidade de conexão do mundo, a internet brasileira está ficando mais rápida nos últimos meses. A velocidade da banda larga fixa no Brasil melhorou 69,2% em relação ao ano anterior graças aos investimentos em tecnologia de fibra óptica, o que fez o país subir sete posições: de 56º, em abril de 2020, para 49º no Índice Global SpeedTest em abril de 2021.

O levantamento analisou o desempenho de velocidades da internet fixa e móvel, em nível estadual e municipal, e também considerou as avaliações de provedores durante o primeiro trimestre de 2021.

Velocidade mais rápida em dados móveis

O Brasil ficou em terceiro lugar entre os maiores mercados da América Latina na análise que levou em conta as velocidades da internet móvel, atrás apenas do México e da Argentina. A velocidade média de internet móvel entre os principais mercados regionais ficou em 19,14 Mbps (download) e 7,17 Mbps (upload).

Em termos de internet móvel, o Brasil foi o terceiro colocado na América Latina (Imagem: Divulgação/Ookla)

Apesar de todos os avanços, se comparado com o cenário mundial, contudo, a situação ainda é bem ruim. O país ficou em 49º lugar em velocidade de banda larga fixa e em 74º em velocidade móvel. Isso revela o quanto o país ainda precisa investir em infraestrutura para melhorar a qualidade na entrega dos serviços.

Conforme a avaliação da Ookla, a Claro foi a operadora que se saiu melhor na avaliação de rapidez na transmissão de dados. Ela teve uma média de 27,54 Mbps, valor muito superior à Vivo, segunda colocada no ranking, com apenas 19,53 Mbps.

De acordo com dados de opinião do consumidor, as operadoras de rede móvel que mais tiveram aprovação foram: Claro, com pontuação de NPS de -6,17, seguido pela Vivo (-13,32), TIM (-17,82) e Oi (-30,51). Essas pontuações se correlacionam diretamente ao desempenho móvel entre os principais provedores do Brasil, embora possa haver uma série de outros fatores a serem considerados.

Banda larga fixa em crescimento

Na banda larga fixa, o Brasil só perde para o Chile em termos de velocidade média. O valor mensurado aqui ficou em 50,64 Mbps (download) e 26,37 Mbps (upload), contra 93,92 Mbps (download) e 30,72 Mbps (upload) dos nossos vizinhos andinos.

Apesar da segunda colocação do Brasil na internet fixa, o Chile tem quase o dobro da velocidade média brasileira (Imagem: Divulgação/Ookla)

Entre as operadoras que oferecem serviços de internet fixa, a Vivo foi quem se sobressaiu. A empresa teve alcance de velocidade média de download e upload em 68,25 Mbps e 52,72 Mbps, respectivamente. A Claro foi a segunda (60,54 Mbps de download/10,72 Mbps de upload) e a Oi a terceira (55,13 Mbps de download/43,43 Mbps de upload).

Com a chegada do 5G ao país, esse cenário pode melhorar ainda mais, segundo a Ookla. O leilão de espectro que acontecerá em breve deve “melhorar a oferta dos serviços para os consumidores e acelerar drasticamente a experiência móvel dos brasileiros”, aponta a companhia.

Destaques em cidades e municípios

O Distrito Federal teve a velocidade média de download de banda larga fixa mais rápida na pesquisa, sendo Brasília a cidade com o melhor índice do Brasil neste quesito. A maioria dos estados brasileiros atingiu velocidades médias de download entre 42 Mbps e 52 Mbps neste critério.

Velocidade ainda precisa melhorar no Norte e Norteste do país (Imagem: Divulgação/Ookla)

Quando o assunto é internet móvel, aí é o Rio Grande do Sul que se destaca alcançando 23,31 Mbps. São Paulo é a localidade com as velocidades móveis mais rápidas: 22,81 Mbps — a diferença da capital paulista e a cidade do Rio de Janeiro (21,91 Mbps) é bem pequena em termos de velocidade.

Os dados também revelaram muito sobre o sentimento do consumidor nas principais cidades do Brasil. Confira alguns fatos:

  • A Claro foi a provedora com melhor classificação no Rio de Janeiro (-2,87) e em Salvador (-1,15)
  • A Vivo foi a operadora mais bem avaliada em Fortaleza (10,35)
  • A Claro-nxt (de propriedade da Claro, após a fusão com a Nextel) foi a mais bem avaliada em São Paulo (-14,12)
  • A Oi foi a provedora mais bem avaliada em Brasília (3,85)
As velocidade da internet fixa é maior nas grandes capitais (Imagem: Divulgação/Ookla)

No âmbito da banda larga fixa, o provedor mais rápido variou conforme o estado. Veja:

  • A TIM Live foi o serviço mais rápido em Salvador (91,41 Mbps)
  • A Oi forneceu as velocidades de banda larga fixa mais rápidas de Brasília, 89,36 Mbps
  • Não houve primeiro colocado estatisticamente significativo em Fortaleza, embora a Oi tenha apresentado uma velocidade média de download de 94,43 Mbps e a Brisanet uma velocidade média de download de 93,45 Mbps.

Como é a velocidade da internet na sua região? Qual é a melhor operadora na sua opinião? Comente aí embaixo.

Fonte: SpeedTest

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.