Melhore o sinal de sua rede sem fio com essas 10 dicas

Por Cadu Silva
photo_camera Make Use Of

Com as dicas a seguir, você será capaz de deixar sua rede sem fio ainda melhor e/ou resolver problemas que ela possa estar apresentando. Hoje em dia, redes wireless são extremamente comuns e devem se popularizar ainda mais com os hotspots públicos mantidos por operadoras.

Em casa, no aeroporto, no escritório, em shoppings e muitos outros lugares podemos nos conectar a uma rede WiFi e evitar o consumo rápido da franquia de dados de nossos smartphones e tablets. Uma pena que às vezes podemos acabar enfrentando problemas com elas.

Mas nada tema, confira a lista a seguir e melhore o desempenho da sua rede!

01. Location, location, location

Localização é tudo e por isso você deve manter o roteador no melhor local possível na sua residência. Dê sempre preferência para as áreas mais centrais possíveis, para que assim o sinal tenha maiores chances de alcançar todos os pontos e extremos da casa.

02. Em busca do canal mais vago

As redes sem fio são divididas em até 13 canais, dependendo de onde você mora. Os melhores e principais canais disponíveis são o 01, 06 e 11 que não são sobrepostos por nenhum outro. Se na sua região algum desses três estiver disponível, use-o. Se não for possível, escolha algum outro canal que não tenha outras redes sem fio ou não tenha tantas redes quanto os outros canais. Para te ajudar com essa decisão, utilize o inSSIDer.

03. Mantenha-se atualizado

A regra é clara: mantenha todos os seus dispositivos e drivers nas versões mais recentes para tirar proveito das últimas correções e melhorias lançadas. Verifique no site do fabricante do seu roteador para saber se foi lançada alguma atualização de firmware e procure o site do fabricante das placas do seu computador para ver se há algo novo. Para te ajudar na busca por novos drivers, experimente o SlimDrivers.

04. Livre-se das interferências

Anteriormente havíamos falado de algumas coisas que podem causar interferência na sua rede sem fio, como fornos de microondas, geladeiras, armários de metal, telas de arame e paredes. Posicione o roteador de modo que esses objetos não obstruam o sinal ou mova as causas de interferência para outro lugar.

05. Controle aplicativos gulosos

Aplicativos que adoram devorar banda, como gerenciadores de download e BitTorrent, vão consumir o máximo possível e podem não te deixar realizar outras atividades. Isso também pode irritar outras pessoas que estejam usando a mesma rede. Para evitar discussões, configure o sistema de QoS do seu roteador para gerenciar a prioridade do que trafega na sua rede. Assim, os gerenciadores de download não atrapalharão tanto o uso de outras coisas que dependam de acesso à internet.

06. Utilize um firmware diferente

Através deste link você pode conferir se seu roteador é compatível com o DD-WRT. Mas também existem outras opções como o OpenWRT. Eles adicionam uma série de novos recursos ao seu roteador, permitindo aumentar a intensidade do sinal e melhorar a cobertura. Sâo firmwares alternativos que podem ser instalados em alguns modelos, sendo que o DD-WRT é o que tem o maior nível de compatibilidade.

07. Use técnicas caseiras

Você pode desde comprar uma antena nova e mais potente para seu roteador até usar embalagens cilíndricas de batatinhas para melhorar o sinal ou aproximar panelas e formas metálicas da antena do notebook para que o sinal seja melhor captado.

08. Use um repetidor

Você pode comprar um roteador novo para usar como principal e empregar o modelo antigo como repetidor. Desta forma, o alcance da sua rede será gigantesco, certamente o suficiente para a maioria das residências.

09. Reinicie o roteador regularmente

Todos nós merecemos um descanso e para nossos roteadores isso também vale. Programe-o para sempre reiniciar em horários que você não estiver em casa ou estiver dormindo. Mantê-lo ligado por dias a fio pode ser prejudicial para a sanidade do coitado, que pode começar a se comportar de maneira indesejada. Reiniciar regularmente ajuda a mantê-lo estável.

10. Evite ladrões de sinal

Você sabia que milhões de pessoas acessam a internet hoje no Brasil através do sinal da rede wireless do vizinho? Isso pode explicar por que a navegação está tão lenta, pode ser que alguém nas proximidades esteja baixando aquele torrent. Por isso, ative o recurso de criptografia em seu roteador no modo WPA-2 e configure uma senha forte e ao mesmo tempo fácil de lembrar, mas não de adivinhar.

Se quiser ser mais radical, configure o bloqueio por MAC para que apenas placas de rede com o código MAC cadastrado possam acessar sua rede. Isso, porém, pode se tornar algo bem inconveniente ao receber amigos e visitas em casa. Geralmente uma boa senha já basta.

Para não soar muito malvado, faça o seguinte: alguns roteadores (principalmente se você usa um firmware alternativo) permitem criar uma rede secundária que você pode deixar aberta e limitar a velocidade para que seus vizinhos possam acessar sem comprometer a qualidade da sua navegação. A Oi já oferece roteadores chamados Fon que permitem fazer isso e outras operadoras como a GVT também planejam incentivar a criação de redes abertas para assim formar uma rede de hotspots.

Bônus: posicione as antenas corretamente

É comum vermos em imagens ilustrativas os roteadores com antenas inclindas na diagonal. Não faça isso! Mantenha sempre as antenas apontadas para cima, na posição mais vertical possível, para que assim o sinal seja propagado da melhor maneira.