Startup brasileira vende criptomoeda que financia energia solar

Startup brasileira vende criptomoeda que financia energia solar

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 14 de Fevereiro de 2022 às 23h00
Reprodução/Nuno Marques/Unsplash

A startup paulista EnergyPay lançou a EnyCoin, uma criptomoeda criada para financiar uma usina de energia solar (fotovoltaica). O novo ativo de cunho ambiental é na verdade uma parcela de ações da usina para futuros investimentos.

A moeda digital promete retorno financeiro de 50% aos compradores no primeiro ano, a partir da produção da energia gerada pela usina e pela geração de lucratividade da moeda. A EnergyPay aposta que a falta de chuva e o alto preço da conta de luz fizeram avançar projetos para a geração de energia alternativa, o que será um setor mais valorizado com o tempo.

Depois que a obra da usina for concluída, a EnergyPay vai repassar percentuais da produção para seus clientes em criptomoedas como Bitcoin, Binance Coin ou a própria EnyCoin. “A Eny poderá ser recomprada pela empresa e, com isso, o investidor terá garantidamente 50% de lucro”, explica o CEO da EnergyPay, Marcos Silva. A expectativa é que o cliente ganhe também com a valorização do ativo financeiro.

Marcos Silva, CEO da EnergyPay (Imagem: Divulgação/EnergyPay)

Para quem desconfiar do retorno do negócio, a EnergyPay afirma que já deu início à construção da usina. Ela deve ser inaugurada na cidade de Itaobim (MG) antes de outubro, sua previsão inicial. Terá capacidade para gerar 1 megawatt. Seria o suficiente para abastecer 10 mil casas, já que cada residência mineira consome, em média, 121,6 KW/mês.

A construção da usina também assegura a negociação dos próximos projetos da EnergyPay: usinas de energia fotovoltaica nos estados da Bahia e Rio de Janeiro, além do compromisso de compra do token após o primeiro ano de funcionamento da usina por parte de quem adquiriu a criptomoeda e desejar vendê-la. “É a única moeda no Brasil que é sustentável e que já consolidou a planta da usina”, diz Silva.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.