Locadora de carros para motoristas de app Kovi recebe aporte de R$ 500 milhões

Locadora de carros para motoristas de app Kovi recebe aporte de R$ 500 milhões

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 18 de Agosto de 2021 às 18h30
Kovi

A startup de aluguel de carros Kovi anunciou nesta quarta-feira (18) a captação de um aporte de US$ 100 milhões (R$ 500 milhões) em rodada de investimentos do tipo série B. Segundo o site Infomoney, os fundos Valor Capital Group — o mesmo de Buser (frete de ônibus), Descomplica (educação) e Loft (imóveis) — e Prosus Ventures — que já investiu no Movile (dona do iFood) — lideraram o montante. Agora a empresa sonha com expansão internacional.

Outros fundos participantes foram Global Founders Capital, Globo Ventures, Maya Capital, Monashees, Norte, ONEVC, Pipo, Quona e Ultra Venture Capital, além de Justin Mateen, cofundador do Tinder, e uma empresa de fundos de Peter Thiel, cofundador do PayPal.

Parte do montante da captação série B irá para expansão em outros países da América Latina, como Argentina, Chile e Colômbia. Também estão no radar países como África do Sul e Turquia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Kovi foi fundado em 2019 por Adhemar Milani Neto e João Costa, ex-diretores do app de caronas 99; depois Bruno Poljokan tornou-se sócio e investidor anjo da empresa. A empresa foca no aluguel de carros para motoristas de aplicativos. Seu formato é de assinatura de curto prazo a taxas semanais, e o motorista pode devolver o veículo a qualquer momento.

A startup oferece dois planos de pagamento por quilometragem: o Kovi Do Seu Jeito, com permanência mínima de quatro semanas e com carros seminovos; e o Kovi Max, com tempo mínino de 12 meses mas com direito a um carro Zero a cada renovação de contrato. O pagamento é semanal em ambos: R$ 299 para até 100 km rodados; R$ 379 para entre 101 km e 500 km; R$ 419 para entre 501 km e 120 km; e R$ 469 para quilometragem ilimitada.

Imagem: Reprodução/Paul Hanaoka/Unsplash

A Kovi afirma atender a motoristas em tempo integral e parcial, além de pessoas que não são motoristas de apps mas se interessam no modelo de carro de assinatura. Só é preciso pagar R$ 800 como caução antes de alugar o carro.

A empresa também trabalha com carros conectados com um chip de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês). Ele permite gerenciar a frota, prever onde está o veículo em tempo real e gerar pontuações de comportamento de condução, além das melhores rotas para evitar acidentes ou encher o tanque de combustível.

Fonte: Infomoney, LabsNews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.