Brasileiro cria "Google das Startups" e projeta faturamento de US$ 100 milhões

Brasileiro cria "Google das Startups" e projeta faturamento de US$ 100 milhões

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 28 de Julho de 2021 às 23h00
Innovation Intelligence

Já pensou se existisse um "Google de Startups" capaz de listar uma série de negócios interessantes? Pois essa é a ideia da Innovation Intelligence, plataforma que cataloga e traz informações de startups de todo o mundo. O sistema atingiu o patamar de mais de 250 mil empresas cadastradas, sendo 20 mil delas brasileiras. Com isso, autoafirma-se como um dos maiores bancos de dados sobre o setor.

A Innovation Intelligence diz que seu sistema amplia o escopo das palavras-termos de buscas e entende o contexto do que está sendo procurado. Fundada em março de 2020, a startup testou a plataforma em beta privado com clientes selecionados. Neste mês, lançará a nova versão aberta ao público no modelo de assinatura. Até 2024, espera chegar a um faturamento anual de US$ 100 milhões (cerca de R$ 510 milhões).

Alguns dos dados trazidos nos resultados de buscas são o resumo da startup, a área de atuação, a trajetória de seus fundadores, principais habilidades, dados de concorrentes e clientes, o histórico de investimentos e o perfil dos investidores.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Marcone Siqueira e Felipe Novaes, sócios e cofundadores da empresa global de inovação corporativa The Bakery
(Imagem: Divulgação/The Bakery)

A ideia é que a plataforma seja uma ponte entre startups e empresas maiores para estimular parcerias. "A ferramenta expande possibilidades, tornando a pesquisa por soluções ou startups muito mais assertiva, rica em dados e, naturalmente, criativa. É um impulsionador de programas de inovação aberta das empresas, reduzindo riscos, esforços e gastos desnecessários", explica o CEO e fundador Luiz Neto.

Segundo o executivo, um dos motivos de ter criado a Innovation Intelligence foi a sua insatisfação com as atuais opções de bancos de dados de startup no mercado internacional. Para ele, elas são ineficientes e não oferecem uma alta qualidade de busca.

Sua empresa recebeu um aporte pré-seed (capital para a preparação de futuras oportunidades visando o seed, que é a verba efetiva para o crescimento inicial) após um primeiro investimento anjo (isto é, de pessoa física) no ano passado. A nova rodada conta com o grupo de inovação corporativa The Bakery, a consultoria para soluções em gestão Falconi, e os fundos Alvarez & Marsal e Smart Money Ventures (do cofundador do iFood, Fábio Póvoa).

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.