Nova API para Apple Watch monitora sintomas de Parkinson

Por Patrícia Gnipper | 06 de Junho de 2018 às 18h00
Divulgação

A Apple está adicionando uma nova API ao framework ResearchKit, do Apple Watch. Trata-se da Movement Disorder API, capaz de monitorar o usuário a fim de detectar indícios da doença de Parkinson.

A API monitora dois dos sintomas mais comuns da doença: tremores e a Discinesia, efeito colateral dos medicamentos para conter o avanço da doença, como inquietação e movimentos oscilantes. No momento, pacientes precisam realizar testes em clínicas para que o diagnóstico físico seja feito, avaliando a gravidade dos sintomas. Com a nova API, basta usar o Apple Watch para que o sistema faça um monitoramento contínuo, com o usuário fornecendo as estatísticas ao médico.

Entre esses dados, além da frequência e intensidade dos tremores, também será possível acompanhar gráficos mostrando a evolução dos sintomas, bem como a variações horárias em que eles acontecem. Para criar a API, a Apple disse que usou dados coletados de pacientes com Parkinson em estudos clínicos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O ResearchKit foi anunciado pela primeira vez em 2015, permitindo estudos como saúde do sono, autismo e epilepsia com os usuários. Um aplicativo que já usa o ResearchKit para estudos com Parkinson é o mPower, que já conta com mais de 10 mil participantes, fazendo com que a Apple tenha proporcionado "o maior estudo de Parkinson da história", segundo a empresa.

Com a nova Movement Disorder API, os pesquisadores terão ainda mais informações coletadas de pacientes reais para aprimorar os estudos. Para que um desenvolvedor possa usar a novidade, ele precisa se cadastrar no programa de desenvolvedores da Apple e aguardar a chegada do watchOS 5, que foi relevado na WWDC e está em fase beta no momento.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.