Como fazer um gráfico básico no Excel

DepositPhotos/Syda_Productions
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

O Excel é uma ferramenta completa de produtividade, visto que você pode usá-la para várias finalidades: controles, cadastros, base de dados e até para apresentações. Com inúmeras possibilidades e recursos, a função que todo iniciante precisa conhecer é como montar um gráfico básico.

O gráfico é a melhor maneira de mostrar visualmente valores numéricos ou dados, o que facilita a compreensão dos mesmos. São vários os tipos de gráficos, e os mais usados são:

  • Gráfico de coluna (ou barras): o mais popular, serve principalmente para mostrar alterações de dados em determinado período ou para fazer comparações;
  • Gráfico de linha: ideal para ilustrar e controlar alterações ao longo do tempo e facilitar a identificação de tendências ou problemas;
  • Gráfico de pizza: serve para mostrar valores individuais ou proporcionais que juntos resultam no valor total de 100% dos dados exibidos;
  • Gráfico de dispersão: funciona como um diagrama e serve para indicar a existência de variáveis ou intensidades;
  • Gráfico cascata: ilustra, de forma resumida, valores negativos ou positivos que impactam em um valor total.

Além de serem as opções mais comuns, estes gráficos podem ser criados em todas as versões do Excel, do 2007 ao 365, para Windows e MacOS. Quem não tem uma licença do Office pode usar o Planilhas, do Google Docs, que é gratuito, online e traz todos os gráficos que listei acima.

A Microsoft também oferece uma versão online e gratuita do Excel, mas essa versão conta com algumas limitações que acabam tornando o Google Docs uma alternativa mais completa. Contudo, em termos de interface, a versão web do Excel ganha de longe do Google Planilhas.

Como criar um gráfico básico no Excel

Um gráfico é formado por dois eixos chamados de X e Y. O eixo Y é onde ficam as coordenadas ou as categorias, enquanto no eixo X estão os valores. Sempre que uma informação de cada um desses eixos se encontrarem será formada uma base do seu gráfico.

Logo, tudo o que você precisa para criar um gráfico básico são informações ou valores que possam ficam dispostos lado a lado, cada um em uma linha e coluna diferentes. Veja o exemplo abaixo, onde os meses são as coordenadas para seus respectivos valores:

Para que o gráfico consiga catalogar melhor todas as informações é importante que os valores sejam identificados, ou seja, tenham uma classificação ou pertençam a alguma categoria. No gráfico acima eu os cataloguei como "pessoas".

Agora, com o mouse, selecione os eixos Y e X, incluindo o ponto de origem que separa os valores, que nada mais é do que o quadrado entre as colunas que ficará sem informações.

Com os dados selecionados, vá até a aba "Inserir" do Excel e selecione o gráfico desejado. Se você estiver usando o Office 2010 ou superior, poderá clicar em "Gráficos recomendados" para ter acesso as sugestões mais compatíveis com o tipo de informação que você inseriu na planilha.

Pronto! Seu gráfico será feito pelo Excel rapidamente. Para alterar os dados, basta mudar os valores ou as categorias que você digitou. Lembrando que você pode inserir quantas linhas e colunas quiser, desde que elas estejam posicionadas da forma como mostramos na primeira imagem, entre eixos.

Para personalizar o gráfico que você montou, basta clicar na aba do Excel "Design do gráfico". Neste painel estão as ferramentas que mudam a cor do gráfico, o plano de fundo e adicionam outros efeitos.

Qual seu estilo de gráfico favorito?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.