Nova tecnologia promete deixar os smartwatches fora da tomada por mais tempo

Por Diego Sousa | 30 de Junho de 2020 às 21h45
Divulgação/Qualcomm
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

A Qualcomm lançou nesta terça-feira (30) suas novas plataformas para relógios inteligentes: Snapdragon Wear 4100 e 4100+. Os chips são uma evolução direta do Wear 3100, lançado em 2018, e promete desempenho e economia de energia bastante superiores, graças ao processo de fabricação e à adição de núcleos usados em celulares.

Principais características

A principal melhoria dos novos chips da Qualcomm é o seu processo de produção de 12 nanômetros (nm), que promete consumir até 25% menos energia que seu antecessor — este que é fabricado no processo de 28 nm.

A empresa adicionou na versão Plus um coprocessador de baixo consumo de energia que fica sempre ligado para desempenhar atividades rotineiras e mais simples, como monitoramento da frequência cardíaca e contador de passos, deixando atividades mais pesadas ao processador principal.

Consumo de energia reduzido em comparação com o Snapdragon Wear 3100 (Foto: Divulgação/Qualcomm)

Por falar em processamento, tanto o Wear 4100 quanto o 4100+ trazem um processador de quatro núcleos Cortex-A53 rodando a até 1,7 GHz. Como o SoC é baseado na plataforma para celulares Snapdragon 429, o desempenho, segundo a Qualcomm, é até 85% superior em relação ao Wear 3100. Outra importante mudança ocorreu na arquitetura, já que os núcleos A53 são x64, enquanto os A7 (da geração anterior) são x32.

O processador trabalha em conjunto com uma GPU Adreno A504 de 750 MHz, que deve oferecer 2,5x mais desempenho gráfico em relação ao Adreno 304 do Wear 3100, segundo a fabricante. Além disso, há suporte para memória RAM no padrão LPDDR3 de até 750 MHz, bem como câmeras de até 16 MP.

Como o nome já indica, o Snapdragon Wear 4100+ é levemente superior ao seu irmão tradicional. Isso quer dizer que ele é o único que traz o coprocessador de baixo consumo, além do suporte a Bluetooth 5.0 e outros recursos de conectividade.

Compararação com o Snapdragon Wear 3100 (Foto: Divulgação/Qualcomm)

Disponibilidade

Segundo a Qualcomm, os primeiros produtos que serão lançados com a plataforma Snapdragon Wear 4100 são os smartwatches Z6 Ultra, da empresa imoo (pertencente ao grupo BBK Electronics), e Tic Watch Pro, da Mobvoi Inc.. "A imoo é líder no segmento de relógios inteligentes para crianças e está anunciando o Z6 Ultra baseado no Wear 4100", disse a fabricante.

Outras fabricantes parceiras da Qualcomm deverão anunciar suas novidades nas próximas semanas, com lançamento previsto para o final deste ano.

E aí, você acha que o mercado de wearables terão um respiro com os novos chips da Qualcomm? Segundo último levantamento feito pela IDC, a Apple manteve sua liderança isolada no setor com quase 30% da fatia do mercado, seguido da Xiaomi, com 14%.

Fonte: Qualcomm (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.