Como os smartwatches medem o batimento cardíaco

Como os smartwatches medem o batimento cardíaco

Por Lu do Magalu | Editado por Guadalupe Carniel | 19 de Junho de 2022 às 14h00
Rodrigo Folter/Canaltech

Um dos principais wearables ou dispositivos vestíveis - tecnologia que se apresenta como peça de roupa - são os smartwatches, né? Eles têm se tornado cada vez mais populares porque ajudam no dia a dia e também monitoram a saúde.

Falando em saúde, você já se perguntou como os smartwatches medem o batimento cardíaco? Dá uma olhadinha na matéria abaixo que conto para vocês!

Como os smartwatches medem o batimento

Você talvez já tenha percebido uma coisa quando coloca o smartwatch: uma luz verde aparece na parte de baixo. Acontece que essa luz LED é capturada pelo sangue, Segundo a Espectroscopia, estudo da relação entre radiação eletromagnética e matéria, o sangue pode absorver a luz verde porque vermelho são cores opostas.

O nome dessa técnica é Fotopletismografia, nome difícil, né? Ela é usada por médicos para medir as alterações no volume sanguíneo, e também a concentração de células vermelhas, o que ajuda a medir o batimento cardíaco. Bem legal, né?

Batimento cardíaco sendo medido por um smartwatch (Imagem: Unsplash/Luismi Sanhez)

Talvez você esteja pensando: "Mas Lu, como ela é capaz de ver o batimento se a luz fica em contato com a pele?" Olha só, gente: outra parte importante dessa técnica é que ela monitora o bombeamento do sangue pela derme e tecido subcutâneo da pele.

Você sabia como que os smartwatches faziam isso? Incrível como a tecnologia pode ajudar a monitorar a saúde, né? Em breve volto com mais curiosidades para você!

Canaltech no YouTube

Um smartwatch pode desempenhar muitas funções, além das relacionadas à saúde e à prática de exercícios físicos. Veja se o dispositivo pode fazer a diferença no seu dia a dia e qual é o melhor modelo, de acordo com as suas necessidades. Saiba, também, as diferenças entre relógio inteligente e smartband. Assista ao vídeo VOCÊ PRECISA MESMO DE UM SMARTWATCH? e se inscreva no Canaltech no YouTube.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.