Xiaomi recebe multa por prática de propaganda enganosa

Xiaomi recebe multa por prática de propaganda enganosa

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 29 de Dezembro de 2021 às 09h50
Reprodução/Xiaomi

A Xiaomi foi multada pelo governo chinês por causa de uma informação incorreta divulgada durante um evento de promoções em seu site oficial. A ação é movida pelo governo local, e faz referência a um anúncio do modelo Redmi K30 5G que mostrava detalhes falsos em relação ao display do celular.

Redmi K30 5G tem tela IPS LCD, mas foi anunciado como AMOLED (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

De acordo com a propaganda, o modelo viria com uma tela AMOLED fornecida pela Samsung. Porém, na verdade ele tem um display IPS LCD, que costuma oferecer características menos atrativas em relação a brilho, profundidade de cor, contraste, gasto de energia, entre outras. Por isso, a Xiaomi foi obrigada a pagar 20 mil yuan (cerca de R$ 17,6 mil reais em conversão direta) por infrações relacionadas à "Lei de Propaganda da República Popular da China".

A Xiaomi não se declarou culpada, mas mesmo assim já teria pago a multa. A marca também apontou que não teve más intenções na divulgação das informações erradas, pois se tratou de um erro humano do funcionário que escreveu as informações relacionadas ao modelo em específico. Até o momento não existem registros de consumidores que se sentiram lesados em relação à qualidade do display do Redmi K30 5G.

É possível que as informações tenham sido confundidas com o Redmi K30 Pro, que realmente traz um painel AMOLED fornecido pela Samsung. De qualquer forma, os dados equivocados podem levar à aquisição de um dispositivo que não atende às expectativas, e por isso é sempre recomendado checar as especificações de determinado produto em pelo menos duas fontes, antes de efetuar a compra.

Fonte: 91Mobiles

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.