Xiaomi entra de vez na era do 5G com o Mi 9 Pro 5G

Por Felipe Ribeiro | 24 de Setembro de 2019 às 10h34

A Xiaomi chegou à era do 5G. Em evento realizado nesta terça-feira (23) na China, a empresa revelou o mais novo smartphone de sua principal linha: o Xiaomi Mi 9 Pro 5G.

O aparelho chega com melhoras significativas com relação ao Mi 9 e ao Mi 9T Pro: além da compatibilidade com a última geração da rede de dados, o modelo conta com um processador mais potente, carregamento sem fio de 30W e uma câmera otimizada.

Respeitável

O Xiaomi Mi 9 Pro 5G é equipado com o processador Snapdragon 855+, uma versão aprimorada do já conhecido Snapdragon 855. Nesta versão, que foi pensada para um público mais exigente, há um aumento de 15% no desempenho gráfico e funções gerais. A memória RAM e o armazenamento também são respeitáveis, com versões divididas em 8 GB/128 GB, 8 GB/256 GB, 12 GB/256 GB e 12 GB/512 GB.

Para ajudar a dissipar o calor gerado pelo processador e a transferência de dados pelo 5G, a Xiaomi instalou o que afirma ser "a câmara de vapor mais eficiente do setor", bem como um sistema de dissipação de calor baseado em grafite.

Configurações de respeito no Mi 9 Pro 5G (Imagem: Xiaomi)

A câmera do Mi 9 Pro 5G é semelhante à do Mi 9 e consiste em uma lente principal de 48MP (Sony IMX586), uma câmera ultrawide de 16MP e uma telefoto de 12MP. Embora o hardware permaneça o mesmo, a Xiaomi adicionou novos recursos de software, como fotos que usam inteligência artificial para fazer capturas mais amplas no sensor ultrawide, um novo "Modo Lua" e também um recurso chamado AI Skyscaping, que ajuda a captar imagens do céu. O Mi 9 Pro 5G também deve oferecer uma tela mais responsiva ao toque. O display, por sinal, é um AMOLED de 6,39 polegadas, da Samsung.

Para manter tudo isso funcionando, o Mi 9 Pro 5G terá bateria de 4.000 mAh, com suporte para carregamento sem fio ultrarrápido de 30W e reverso de 10W. Segundo a empresa, é possível carregar o telefone sem qualquer conexão com a tomada em apenas 69 minutos, tendo o aquecimento controlado pela base, que conta com resfriamento ativo. O sistema de carregamento com fio também é muito rápido, suportando até 40W. Neste modo, a bateria chega aos 100% em 48 minutos.

Imagem: Xiaomi

O sistema operacional, claro, é o Android rodando sob a interface MIUI 11, que conta com novos recursos, como fontes melhoradas e fluidez aprimorada. Não se sabe, porém, se o Mi9 Pro 5G virá de fábrica rodando o Android 10.

Não custa um rim

Apesar das configurações dignas de um topo de linha, o que mais chama a atenção no Mi 9 5G é seu preço. Ele é, de longe, o smartphone mais acessível para quem quer ter uma conexão 5G e configurações desse porte. A gigante o lançou por a partir de 3699 yuan, aproximadamente US$ 520.

Veja os preços:

  • 8GB + 128GB: 3.699 yuan (US$ 520/ R$ 2163,20)
  • 8GB + 256GB: 3.799 yuan (US$ 535/ R$ 2225,60)
  • 12GB + 256GB: 4.099 yuan (US$ 575/ R$ 2392,00)
  • 12GB + 512GB: 4.299 yuan (US$ 605/ R$ 2516,80)

O preço e a disponibilidade do Xiaomi Mi 9 Pro 5G nos demais mercados ainda não foram divulgados.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.