Xiaomi Black Shark 3S é lançado com CPU e tela inferiores às dos rivais gamers

Por Rubens Eishima | 31 de Julho de 2020 às 10h02
Xiaomi

A Xiaomi apresentou nesta sexta-feira (31) seu novo smartphone gamer, o Black Shark 3S, que chega poucos dias após os lançamentos de Lenovo Legion, Asus ROG Phone 3 e ZTE Nubia Red Magic 5S. Diferentemente dos rivais, porém, não adota o processador Snapdragon 865 Plus, optando pela versão regular da CPU da Qualcomm.

Curiosamente, aliás, o chip do novo celular gamer da Xiaomi é o mesmo usado nos modelos Black Shark 3 e Black Shark 3 Pro, lançados no começo do ano. O modelo anunciado hoje é uma atualização do modelo “não pro”, deixando espaço para um eventual 3S Pro com o processador mais rápido.

Na parte das memórias, a opção de 8 GB foi abandonada e agora todas as versões incluem 12 GB de RAM no padrão LPDDR5. Já o armazenamento está disponível em 128, 256 e 512 GB, todas com o formato UFS 3.1, no lugar do UFS 3.0 dos modelos anteriores.

Tela de 120 Hz

Assim como o Black Shark 3, o 3S utiliza tela AMOLED de 6,67 polegadas. A principal novidade do novo smartphone é o uso de uma taxa de atualização do componente de 120 Hz, contra os 90 Hz dos modelos do primeiro semestre.

Black Shark 3S oferece tela com 120 Hz, mas rivais já estão em 144 Hz (imagem: Xiaomi)

Apesar do upgrade, os rivais anunciados nos últimos dez dias já adotaram uma taxa de atualização de 144 Hz.

Mais do mesmo?

As demais especificações foram herdadas do Black Shark 3. Além do processador, o conjunto de câmera mantém a configuração de sensor principal com 64 MP, grande angular de 13 MP e sensor de profundidade com 5 megapixels. A câmera de selfie segue com os 20 megapixels dos modelos 3 e 3 Pro.

As dimensões e bateria são as mesmas do Black Shark 3: 4.720 mAh com recarga com fio a 65 W ou 18 W usando o carregador magnético.

Especificações são praticamente as mesmas do Black Shark 3 (imagem: Xiaomi)

Joy UI 12

O Black Shark 3S sai de fábrica com o sistema Android 10, personalizado com a Joy UI 12, versão especial da MIUI 12 voltada para jogos. A skin é responsável por boa parte das otimizações para games no celular, incluindo comandos de voz para ajustes de configurações, controle de notificações, definições de macros, gravação e edição de vídeos das partidas e o curioso modo “Caçada”, que modifica o contraste de cores na tela:

Modo "caçada" está mais para modo trapaça (imagem: Xiaomi)

Recursos do tipo que modificam as cores em excesso geralmente são consideradas trapaças no PC, pois dão uma vantagem aos jogadores que a utilizam e não foram incluídas no game pelos desenvolvedores.

Preço e disponibilidade

O Black Shark 3S já está em pré-venda na China com duas opções de cores e três configurações de armazenamento, todas com 12 GB de memória RAM. O modelo deve chegar às lojas no dia 4 de agosto.

  • 12 GB + 128 GB: 3.999 iuanes (cerca de R$ 2.960);
  • 12 GB + 256 GB: 4.299 iuanes (cerca de R$ 3.180);
  • 12 GB + 512 GB: 4.799 iuanes (cerca de R$ 3.550).
Black Shark 3S é oferecido nas cores azul e preto (imagem: Xiaomi)

Xiaomi Black Shark 3S: ficha técnica

  • Tela: 6,67 polegadas AMOLED, resolução de 1.080 x 2.400 pixels e taxa de atualização de 120 Hz;
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 865;
  • Memória RAM: 12 GB LPDDR5;
  • Armazenamento interno: 128 ou 256 GB UFS 3.1;
  • Câmera traseira: tripla: 64 + 13 + 5 megapixels (principal, grande angular e profundidade);
  • Câmera frontal: 20 megapixels;
  • Dimensões: 168 x 77 x 10,4 milímetros;
  • Peso: 222 gramas;
  • Bateria: 4.720 mAh, com recarga com fio a 65 W;
  • Extras: recarga magnética a 18 W;
  • Cores disponíveis: azul e preto;
  • Sistema operacional: Android 10 com personalização Joy UI 12.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.