Xiaomi anuncia o Mi Mix, phablet belíssimo praticamente sem bordas

Por Redação | 25 de Outubro de 2016 às 09h52

A Xiaomi aproveitou seu evento na madrugada desta terça-feira (25) em Pequim (China) para anunciar outro smartphone além do topo de linha Mi Note2. Estamos falando do Mi Mix, um phablet com tela de 6,4 polegadas e que praticamente não tem bordas.

O dispositivo é fruto de uma parceria da chinesa com o renomado designer Philippe Starck e vem com corpo feito todo em cerâmica e sem bordas em três de suas quatro extremidades. Tal característica faz o aparelho aproveitar incríveis 91,3% de sua área útil para exibir imagens - uma proporção que nenhum outro dispositivo apresenta na atualidade. Para se ter ideia, o iPhone 7 Plus usa apenas 67,7% de sua área útil para imagem, enquanto o Google Pixel XL usa 71,2%.

91,3% da parte frontal do Mi Mix é ocupado por sua tela gigantesca de 6,4 polegadas

91,3% da parte frontal do Mi Mix é ocupado por sua tela gigantesca de 6,4 polegadas (Reprodução: Xiaomi)

Para alcançar tal façanha, a Xiaomi retirou o alto-falante que tradicionalmente fica na parte superior da frente dos smartphones e o substituiu por cristais piezoelétricos instalados sob o display. A câmera frontal, por sua vez, foi deslocada para a parte inferior do aparelho e, segundo a fabricante, ocupa apenas metade do espaço que normalmente esse tipo de câmera exige.

Também chama atenção a resolução da tela do Mi Mix: 2.040 x 1.080 pixels, o que lhe confere uma taxa de aspecto de 17:9. Os contornos de ouro 18 quilates ao redor da câmera traseira e do sensor de impressões digitais aparecem como um atrativo a mais na edição especial do aparelho. É tanta pompa que pode deixar alguns usuários céticos em relação às especificações técnicas - desconfiança que não se confirma, diga-se de passagem.

Além do belíssimo design, Mi Mix conta com especificações de respeito

Além do belíssimo design, Mi Mix conta com especificações de respeito (Reprodução: Xiaomi)

O Mi Mix vem equipado com um processador Snapdragon 821 de 2,35 GHz, bateria com capacidade de 4.400 mAh e suporte à tecnologia Quick Charge 3.0, câmera traseira de 16 megapixels e frontal de 5 megapixels. O aparelho chegará às lojas em duas opções de configuração: a mais modesta vem com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, enquanto a edição especial traz 6 GB de RAM e 256 GB de armazenamento UFS 2.0.

Mantendo sua política de bom custo-benefício, a Xiaomi vai comercializar o Mi Mix por a partir de US$ 516. A versão mais parruda e chique do aparelho, com os contornos em ouro 18 quilates, chegará com preço equivalente a US$ 590. O lançamento oficial acontecerá na próxima sexta-feira, dia 4 de novembro.

Via The Next Web

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.