Vendas da linha Galaxy S22 caem com polêmica da limitação de desempenho

Vendas da linha Galaxy S22 caem com polêmica da limitação de desempenho

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 05 de Abril de 2022 às 08h00
Wallace Moté/Canaltech

Desde que a polêmica relacionada à limitação de desempenho em celulares da linha Galaxy S22 foi descoberta no início do mês passado, a Samsung tem registrado quedas nos números de aparelhos vendidos na Coreia do Sul. Por isso, companhias telefônicas locais começaram a oferecer subsídios maiores na comerciallização dos dispositivos, para que o preço cobrado do consumidor seja mais baixo.

Aparelhos da linha Galaxy S22 podem ter subsídios de até 500 mil won (Imagem: Wallace Moté/Canaltech)

De acordo com informações publicadas no portal The Korea Times, a operadora KT começou a aplicar subsídios de até 450 mil won (cerca de R$ 1.710 em conversão direta) para a compra do Galaxy S22 em conjunto com um plano telefônico com pagamentos mensais de 90 mil won (~R$ 342).

Porém, os valores de subsídio podem chegar a 500 mil won (~R$ 1.900) no Galaxy S22+, valores semelhantes aos aplicados em relação ao Galaxy S22 Ultra a partir do mês passado.

A LG Uplus, operadora ligada à LG, também começou a aplicar subsídios semelhantes na venda de seus planos, mas com uma mensalidade de 85 mil won (~R$ 323). Isso significa que o valor coberto pela empresa aumentou em mais de três vezes, em comparação com os 150 mil won (~R$ 570) de subsídios vistos anteriormente.

Limitação de desempenho pode ter causado reduções nas vendas

Polêmica do GOS marcou lançamento da nova geração dos flagships da Samsung (Imagem: Ivo/Canaltech)

A Samsung foi flagrada limitando o desempenho de seus celulares topo de linha por meio da atuação do GOS (Serviço de Otimização em Jogos, na sigla em inglês). O aplicativo reduz a capacidade máxima de performance para evitar problemas de superaquecimento e otimizar a duração de bateria — porém, o sistema é desligado automaticamente em testes de benchmark, o que levou ao banimento dos dispositivos na plataforma Geekbench.

O fato gerou várias críticas dentro da comunidade, especialmente porque não era possível desativar o serviço de forma manual. Entretanto, algumas atualizações de software permitiram uma maior atuação do usuário, o que reduziu a quantidade de reclamações até certo ponto.

Os motivos que explicam a redução na quantidade de unidades comercializadas não é unânime entre os representantes de operadoras: um funcionário não identificado afirmou que "o problema do GOS afeta as vendas do S22, mas não é possível ver um declínio claro em termos de vendas".

De acordo com o analista Lee Seung-woo, a divisão de dispositivos móveis deverá ter um lucro operacional próximo a 4 trilhões de won (~R$ 15 bilhões) no primeiro trimestre de 2022, em um aumento bastante expressivo por conta da retomada do mercado de celulares. Porém, a polêmica do GOS foi capaz de "deixar uma grande cicatriz na credibilidade das marcas Galaxy e Samsung", afirmou ele.

Fonte: Korea Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.