Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Tecno apresenta 1ª lente periscópio líquida do mundo e mais novidades

Por| Editado por Wallace Moté | 11 de Dezembro de 2023 às 10h48

Link copiado!

 (Imagem: Reprodução/Tecno)
(Imagem: Reprodução/Tecno)

Com empenho crescente em desenvolver tecnologias que prometem ser inovadoras, como a lente Eagle Eye de dois prismas, a Tecno revelou neste domingo (10) duas novas soluções de câmera, além de uma atualização para um projeto apresentado no passado, que devem turbinar a qualidade de imagem dos smartphones da empresa e incentivar outras marcas a desenvolver recursos similares. O destaque vai para a primeira câmera telefoto periscópio com lente líquida do mundo, ampliando seu alcance focal.

As novidades foram parte do evento Future Lens, apresentação anual da marca em que a companhia demonstra alguns dos projetos que está desenvolvendo. A primeira delas é a abertura variável em formato de "W", que possibilitaria ajustar de forma dinâmica a entrada de luz no sensor, além de dar liberdade ao usuário para ampliar ou reduzir a profundidade de campo, eliminando borrões ao fundo, por exemplo.

Continua após a publicidade

O recurso não é novo, já tendo sido visto em telefones como o Xiaomi 13 Ultra e a linha Huawei Mate 60, mas possui um formato peculiar por aqui, que lembra a letra W, aspecto explícito no nome. A Tecno não explica como isso afetaria os resultados, mas é provável que a construção facilite ajustes mais finos, aproximando um pouco mais as capturas do que é possível fazer com uma câmera dedicada.

A segunda e mais importante das tecnologias apresentadas é a lente líquida para as câmeras telefoto periscópio. Mais uma vez, por conta própria, a lente líquida não é uma inovação, mas sua aplicação focada na telefoto periscópio é inédita. O componente é verdadeiramente composto de líquido, que acaba tendo a curvatura modificada conforme uma corrente elétrica percorre o material. Dessa forma, além do zoom turbinado, a proposta da Tecno é proporcionar uma lente macro (que captura detalhes pequenos de perto) aprimorada.

Por fim, a empresa voltou a discutir o Universal Tone, algoritmo proprietário de Inteligência Artificial que promete representar com maior precisão os diferentes tons de pele. A função funciona com três pilares: o Multi-Skin Tone Restoration Engine, que realiza ajustes seguindo uma matriz de espectros de tons de pele; o Local-Tuning Engine, responsável por reconstruir o mapeamento de tons da foto; e o Computational Portrait Engine, que usa IA para gerar retratos mais vibrantes de acordo com culturas e preferências estéticas de cada região.

Continua após a publicidade

A Tecno não divulgou quando poderemos ver as novidades chegarem aos smartphones, mas por se tratar de um evento focado em conceitos, é provável que ainda demore um tempo para que esses recursos sejam integrados a celulares finalizados. Ao menos é possível estimar que, quando a integração ocorrer, as tecnologias devem sem adotadas inicialmente na linha Phantom, que abriga os telefones mais avançados da Tecno.