Redmi também deve lançar celular com tela pequena, mas tem um grande porém

Por Diego Sousa | 19 de Outubro de 2020 às 14h00
Divulgação/Xiaomi
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Redmi

Ficha técnica

Com os smartphones ficando cada vez maiores, os recém-lançados iPhone 12 mini e Pixel 5 devem conquistar uma parcela dos consumidores que preferem modelos mais compactos. A Redmi, uma das submarcas da Xiaomi, também pretende oferecer celulares com telas menores, mas primeiro precisa resolver um grande problema: autonomia de bateria.

Em publicação da rede social Weibo, o gerente geral da Redmi Lu Weibing afirmou que a empresa quer, sim, produzir smartphones menores, mas alertou que a capacidade de bateria seria bastante prejudicada devido ao tamanho reduzido dos aparelhos.

Nos últimos meses, a Redmi vem lançando dispositivos com telas acima de 6,4 polegadas, mas com baterias que ultrapassam os 5.000 mAh. Naturalmente, diminuir o tamanho dos aparelhos resultaria em uma célula de bateria menor.

Para comparação, o iPhone 12 mini tem display de 5,4 polegadas e apenas 2.227 mAh, mas conta com um chip de 5 nanômetros (nm) que consome menos energia e um sistema bastante otimizado. Outro exemplo é o Google Pixel 4a, com tela de 5,8 polegadas e bateria de 3.140 mAh. Apesar dos números teoricamente inferiores, o consumo de energia do smartphone foi muito elogiado pela mídia especializada.

iPhone 12 mini tem tela de 5,4 polegadas, a menor dentro seus concorrentes (Foto: Divulgação/Apple)

Ou seja, uma alternativa para a Redmi seria focar na otimização da interface MUIU com base no Android, além de testar componentes que não consomem muito, como chips fabricados em 7 ou 5 nm, por exemplo.

Fonte: Weibo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.