Pré-venda dos novos Galaxy S10 tem demanda maior do que o esperado

Por Se Hyeon Oh | 07 de Março de 2019 às 07h40
Joyce Macedo / Canaltech
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy S10

Ficha técnica

O renomado analista de mercado Ming-Chi Kuo, baseado em uma pesquisa da TF International Securies, afirmou em uma nota para investidores que a demanda de pré-venda do Galaxy S10e, S10, S10+ e S10 5G é melhor do que o esperado e que, por isso, teve que aumentar as estimativas de remessa em 30%.

Espera-se, agora, que a Samsung venda de 40 a 45 milhões de unidades da série Galaxy S10 em 2019, apresentando um valor superior aos 30 a 35 milhões de unidades que estavam previstas anteriormente. O interessante é que o aumento de 30% a 40% vale para a comparação ano a ano com as vendas do Galaxy S9, do ano passado.

Apesar de a empresa estar comercializando quatro modelos diferentes na linha Galaxy S deste ano, Kuo acredita que os modelos S10 e o S10+, que possuem as maiores telas, serão responsáveis por 85% das vendas.

Ainda de acordo com o analista, o interesse dos consumidores no carro-chefe da Samsung é estimulado, em partes, pela diferenciação de recursos perante os dispositivos da Apple, incluindo componentes avançados como o sensor ultrassônico de impressões digitais, o sistema de câmeras triplas e a função de Wireless Powershare, que permite ao dispositivo compartilhar energia com outros smartphones compatíveis com a tecnologia de recarga sem fio.

Recentemente, o Apple Insider colocou o Galaxy S10+ contra o iPhone XS Max para um confronto de benchmark e o aparelho da Samsung equipado com um SoC Snapdragon 855 de oito núcleos com 8 GB de RAM superou o A12 Bionic da Apple em mais de um teste, incluindo avaliações multicore no Geekbench, AnTuTu e GFXBench. O carro-chefe da Maçã, no entanto, conseguiu bater o S10 em testes de um único núcleo do Geekbench e Octane

Fonte: Apple Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.