PC de bolso com Windows 10 é apresentado com suporte a apps do Android

Por Diego Sousa | 20 de Fevereiro de 2020 às 14h55
Reprodução/Emperion

Windows Phone: há quem gostasse do sistema operacional da Microsoft para celulares e tablets, lançado em 2010. Sua interface “diferentona”, que buscava fugir ao máximo do estilo tradicional usado pelos smartphones Android e iPhones; os blocos e transições, que traziam uma experiência mais parecida com o Windows 8, embora bastante criticado, em uma tela menor; integração com PCs Windows.

Entretanto, nada disso foi capaz de disputar com o domínio das plataformas Android e iOS, que continuou crescendo e fez com que a Microsoft abandonasse de vez o sistema

Eis que, três anos depois, uma faísca se acendeu na indústria mobile, pois, uma empresa chamada Emperion anunciou, na última segunda-feira (17), o primeiro “smartphone” - ou PC de bolso - rodando Windows 10 em processadores com arquitetura ARM: o Nebulus.

PC de bolso que roda apps do Android

PC de bolso tem cara de smartphone e rodará Windows 10 com Android (Foto: Reprodução/Emperion)

Na verdade, o Emperion Nebulus não é necessariamente um smartphone, mas sim um PC de bolso que tem visual de celular e é capaz de rodar aplicativos Android. A empresa afirma que planeja fornecer os mesmos recursos disponíveis em computadores Windows x86 e x64, bem como executar apps mobile sem precisar alternar entre os dois sistemas operacionais.

A Emperion não deu mais detalhes de como pretende fazer um PC com Windows 10 rodar apps do Android sem emulador, como afirmou em notas oficiais, porém uma coisa é certa: não haverá Play Store por aqui. Vale lembrar também que o sistema da Microsoft não foi projetado para realizar chamadas telefônicas, então ele não será capaz de ligar ou receber chamadas de modo tradicional.

Além disso, não há mais informações sobre a interface do Nebulus. Segundo imagens promocionais divulgadas pela empresa, pode haver um misto entre Windows 10 Mobile e Windows 10x, o que não parece possível, pois a Microsoft não está trabalhando na produção do “smartphone”.

Interface ainda é um mistério (Foto: Reprodução/Emperion)

Mesmo assim, um dos recursos do Nebulus é alternar para o Modo Desktop com USB Tipo-C ou conexão sem fio, o que é bastante semelhante ao Continuum, do Windows 10 mobile, ou o DeX, da Samsung. Ou seja, a interface do Windows 10 para PC será possível com o uso de um monitor, pelo menos.

Em relação às especificações, o Nebulus é equipado com o processador Snapdragon 845, lançado há dois anos, e não uma solução da Intel, como foi inicialmente divulgado. Sua memória RAM será de 8GB LPDDR4x, bem como armazenamento interno de 128GB, expansíveis até 2TB via cartão microSD. Para segurar o Windows 10, há uma bateria de 6000mAh.

O display do Nebulus tem resolução 2K de 6,19 polegadas, com tecnologia PureVi Visual Enhancement, além de entrada 3,5mm para fones de ouvido e alto-falantes frontais de 1 cm, com tecnologia Dolby Atmos. Nas câmeras, há dois sensores traseiros de 13MP com inteligência artificial, e um sensor frontal de 10,5MP.

Disponibilidade

A Emperion informou que o Nebulus está em fase de desenvolvimento e, por enquanto, se trata de um protótipo. Ou seja, não devemos vê-lo chegando ao mercado tão cedo - se chegar. Até o momento, apenas o Reino Unido, os Estados Unidos e países não informados do Oriente Médio e Ásia receberão o aparelho quando for lançado.


Queremos saber de você: o que acha desse conceito de smartphone com Windows 10?

Fonte: Gizmochina, Windows Central, XDA-Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.