P40 Pro, P40 Lite e mais dois celulares da Huawei são homologados no Brasil

Por Felipe Junqueira | 31 de Março de 2020 às 13h23
Reprodução
Tudo sobre

Saiba tudo sobre P40 Pro

Ficha técnica

Mal a Huawei anunciou a linha P40 oficialmente e três modelos já apareceram no Sistema de Certificações e Homologações da Anatel. Tratam-se de duas variantes do P40 Pro e o P40 lite, versão intermediária que já havia sido oficializada antes do evento da semana passada. Também passaram outros dois aparelhos da chinesa: o Y8s e o Y7p.

Com relação às duas variantes do P40 Pro, a principal diferença que podemos encontrar na internet está na gaveta de chips. Uma delas, a ELS-NX9, pode ser encontrada tanto na versão com dois cartões nano SIM como em uma versão com um cartão nano SIM e um eSIM. A variante ELS-N04 só oferece a segunda opção.

Fotos dos dois modelos do P40 Pro são iguais (Foto: Reprodução/Anatel)

Na documentação da Anatel, é possível notar que os aparelhos possuem suporte a todas as faixas de 2G, 3G e 4G do país. O 5G sequer foi testado, uma vez que não temos essa tecnologia no país ainda. Além disso, o produto será vendido com carregador, fone de ouvido e capa protetora na caixa.

Intermediários

Imagens do P40 Lite nos documentos de homologação (Foto: Reprodução/Anatel)

O P40 Lite, por sua vez, é um modelo mais acessível, como se fosse uma versão ainda mais barata da linha. A plataforma Kirin 810 já é menos potente que a dos outros modelos, bem como o conjunto de câmeras, que além do hardware mais modesto, também oferece menos recursos. Pela documentação da Anatel, o aparelho tem suporte a todas as faixas de redes móveis brasileiras, bem como o Wi-Fi 2,4 GHz e 5 GHz.

Já o Y7s tem plataforma um pouco inferior à do P40 Lite, a Kirin 710F e não oferece suporte ao Wi-Fi na frequência de 5 GHz. Poderia ser mais uma opção entre os intermediários, categoria que mais vende no Brasil.

O Huawei Y7p foi anunciado lá fora em fevereiro deste ano (Foto: Reprodução/Anatel)

Assim como o curioso Y8s, cujo modelo, JKM-LX3, bate com o Y9. Mas as externas disponíveis na documentação da Anatel mostram um modelo levemente diferente. O conjunto de câmera traseiro ainda é duplo, mas traz o flash junto com as lentes na lombada. A parte frontal é igual, com duas câmeras frontais em um notch centralizado. Este modelo também não possui suporte à faixa 5 GHz do Wi-Fi.

O curioso Y8s tem semelhanças e diferenças com o Y9, lançado em 2019 (Foto: Reprodução/Anatel)

Bom notar que a homologação não é garantia de que esses modelos serão comercializados no Brasil. A Huawei, inclusive, possui vários modelos homologados que não chegaram às prateleiras, pois a empresa não parou de submeter dispositivos para testes mesmo na época em que não estava com operação de consumíveis oficialmente por aqui.

Como vimos no final do ano passado, a companhia chinesa não descarta lançar novos smartphones no país, mesmo sem poder usar serviços Google. Esses modelos todos rodam o Huawei Mobile Services.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.