OnePlus 8 Pro realmente "enxerga" através de alguns materiais e pode ter recall

OnePlus 8 Pro realmente "enxerga" através de alguns materiais e pode ter recall

Por Felipe Junqueira | 18 de Maio de 2020 às 17h00
Reprodução/CNet

No final da semana passada apareceram notícias de que o OnePlus 8 Pro teria uma câmera de “raio-x” que permitia enxergar através de plásticos e até tecido. Infelizmente, não é bem assim: apesar de realmente tirar fotos que mostram coisas que nossos olhos não veem, a verdade é, tecnicamente, bem diferente.

Em primeiro lugar, se a OnePlus realmente tivesse colocado uma câmera de raios-X em seu produto, tenha certeza que isso seria devidamente divulgado. Esse celular poderia até mesmo simplificar o trabalho em laboratórios e hospitais que tiram radiografia para encontrar fraturas em nossos ossos e afins. Não é o caso.

A verdade é que o filtro Photochrom, disponível apenas no OnePlus 8 Pro, usa luz infravermelha, um dos espectros invisíveis ao olho humano, e registra justamente o que esse comprimento de onda enxerga. Por exemplo, se você tiver esse celular e apontar sua câmera, com o filtro ativado, para a ponta de um controle remoto, a foto vai ignorar o acabamento plástico que esconde o emissor infravermelho, responsável pela comunicação com o aparelho compatível. Veja a imagem abaixo para entender melhor.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Controle remoto de uma TCL Roku TV em uma câmera normal e a infravermelha do OnePlus 8 Pro (Foto: Reprodução/Android Central)

O especialista em fotografia do site AndroidPit, Stefan Möllenhoff, explicou o recurso. “As câmeras normais têm um filtro IV que bloqueia a luz que esteja fora do espectro visível. No entanto, algumas câmeras permitem uma pequena quantidade de luz infravermelha”, observou, lembrando que toda câmera possui esse espectro de luz, mas normalmente um filtro bloqueia o que o infravermelho enxerga.

“O motivo desse filtro IV no sensor é que os raios infravermelhos interferem no resultado e afetam a qualidade da imagem”, esclareceu Möllenhoff. Em outras palavras, uma foto que registra a luz infravermelha parece, no mínimo, estranha aos olhos humanos. Ao mostrar coisas que não estão lá a olho nu, nosso cérebro pode interpretar como uma falha da câmera, por exemplo.

O caso é que qualquer material que a luz infravermelha consegue atravessar acaba invisível quando você usa o filtro Photochrom no OnePlus 8 Pro. Também funciona com sensores frontais de smartphones, câmeras de foco a laser e, sim, até mesmo produtos que a gente sequer imaginaria serem feitos com plástico desse tipo, como o controle do Nintendo Switch.

Não é nenhuma novidade

Esta não é a primeira vez que uma câmera consegue esse efeito que parece um raio-X. Em 1998, a Sony teve que fazer o recall de 700.000 câmeras de vídeo de um modelo que tinha função infravermelha para gravar no escuro. Porém, consumidores descobriram que, se o recurso fosse usado sob a luz do dia, era possível enxergar através de roupas, revelando bem mais do que as pessoas gostariam de mostrar às lentes.

Pelo menos ao que parece, a câmera do OnePlus 8 Pro não consegue revelar muitos detalhes por baixo das roupas. Claro que nem todo tecido por ser “atravessado” pela luz IV, mas a qualidade final das fotografias não permitem ver muitos detalhes da pele humana por baixa da roupa. Mesmo assim, é possível que a fabricante chinesa tenha um problema grande nas mãos e acabe obrigada a realizar um recall do celular.

Até o momento, a empresa não se manifestou sobre o caso.

Fonte: Android Central, AndroidPit

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.