Novo iPhone SE deve ser montado no Brasil, mas preço continua “gringo”

Novo iPhone SE deve ser montado no Brasil, mas preço continua “gringo”

Por Claudio Yuge | 15 de Abril de 2020 às 20h07
iHelp

Depois de muitos rumores, o novo “smartphone de entrada” da Apple finalmente foi anunciado pela companhia. O iPhone SE 2020 aposta em hardware de ponta e visual clássico e já tem preço nacional, a partir de R$ 3.699. E mais: uma imagem flagrada pelo site iHelp BR indica que o modelo brazuca será montado por aqui mesmo — o que explicaria sua divulgação global com os valores em reais, o que não costuma acontecer.

Um das fotos que ilustram a novidade no site da Apple Brasil mostrava a frase “Indústria Brasileira” na parte traseira do aparelho, durante a tarde desta quarta-feira (15). Normalmente, isso só ocorre quando os dispositivos são montados na fábrica brasileira da Foxconn, que fica em Jundiaí, no interior de São Paulo. Os iPhones mais antigos, a exemplo do XR, são preparados por aqui, então faz sentido que essa versão mais modesta, que usa um design anterior, também seja.

Como todas as peças são importadas da China, ele continua bem mais caro do que o padrão de “entrada” brasileiro. Claro, mesmo sendo o mais “barateza” da Apple, o produto tem características premium e sofre incidência de impostos e do dólar na casa dos R$ 5. Assim, ainda que seja mais barato do que importar uma versão norte-americana, por exemplo, continua salgado para os bolsos tupiniquins.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem flagrada na tarde desta quarta-feira (Reprodução/iHelp)

O iPhone SE 2020 chega aos Estados Unidos a US$ 399 (cerca de R$ 2.094 na conversão direta e sem taxas). O modelo de 64 GB brasileiro está listado a R$ 3.699 e, com 10% de desconto na compra à vista, chega a R$ 3.329. Como é possível encontrar no varejo iPhones novos mais baratos do que os valores oficiais da Apple, ainda há a expectativa da novidade montada por aqui ter um preço menor após o lançamento. Vale destacar que outra vantagem, além desse valor discretamente mais baixo, é a pronta-entrega em uma janela sincronizada com a distribuição internacional.

Depois que a imagem com a frase indicando a montagem nacional foi veiculada, a Apple Brasil tirou-a do ar, mas é possível encontrar em links anteriores — por enquanto, a empresa não confirma a montagem em Jundiaí. O novo iPhone SE será comercializado nas cores preto, branco e vermelho, e a pré-venda começa nesta sexta-feira (17). A versão com 128 GB de armazenamento interno custa R$ 3.999 e a de 256 GB sai por R$ 4.499. As entregas estão programadas para iniciar a partir da próxima semana, no dia 24.

Fonte: iHelp  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.