Mudança de paradigma no mercado de celulares premium

Por Colaborador externo | 26 de Janeiro de 2018 às 08h07
photo_camera Reprodução

*Por Jayme Bianco

Foi-se o tempo em que o conceito premium remetia a ideia de produtos extremamente caros. Hoje no mercado de celulares, para que as marcas possam usar a termologia premium – e de fato entregar isso ao consumidor – é necessário superar as atuais expectativas desse usuário em todos os aspectos, inclusive no preço.

Segundo o dicionário, a palavra premium vem do latim e significa “benefícios acima do esperado”. Hoje o consumidor tem considerado o celular praticamente como um item de primeira necessidade que precisa ser trocado periodicamente para rodar novos aplicativos e atender suas demandas. Consciente do seu poder de escolha, ele tem exigido da indústria cada vez mais desenvolvimento tecnológico com um atrativo custo-benefício.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Trata-se de uma mudança de paradigma que está contribuindo para a eliminação do uso “marqueteiro” do termo premium para justificar apenas um preço mais elevado. Esse fenômeno já ocorreu no passado no mercado de computadores pessoais quando o sistema operacional Windows e os processadores Intel tornaram-se um padrão. Com o tempo, as melhorias de desempenho e atualizações eram cada vez menos notadas pelo consumidor.

De acordo com a recente pesquisa QuISI, da Qualcomm em parceria com a IDC, mostra que mais de 60% dos consumidores brasileiros preferem adquirir smartphones de alta qualidade com um ótimo custo-benefício. Para isso, o consumidor pesquisa e compara desempenho, design, tela, câmeras, bateria e outros itens antes de efetivar a compra.

Mas nesse momento em que os preços dos smartphones estão aumentando exponencialmente - às vezes além da acessibilidade da maioria dos consumidores no Brasil - oferecer desempenho a preço competitivo torna-se um diferencial estratégico.

Para subir ao topo do nosso mercado emergente a marca que busca se diferenciar deve combinar produtos de alta qualidade e alto desempenho com preços justos, provando assim que produtos premium precisam ser mais do que alcançáveis, eles devem ser acessíveis ao bolso do consumidor brasileiro.

* Jayme Bianco é gerente Comercial da Neffos no Brasil, marca da TP-Link. O executivo é graduado em Engenharia e Pós-Graduado em Gerenciamento de Projetos, e conta com mais de 16 anos de experiência na indústria de tecnologia

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.