Motorola fornecerá kits de reparo para smartphones em parceria com o iFixit

Por Jessica Pinheiro | 24 de Outubro de 2018 às 11h09
Tudo sobre

Motorola

Saiba tudo sobre Motorola

Ver mais

As grandes fabricantes de smartphones geralmente fazem de tudo para evitar que o consumidor tenha de levar seu dispositivo para o conserto – ainda mais se for em lojas terceirizadas. Contudo, a Motorola parece querer ir na direção contrária, anunciando uma parceria com o iFixit, site conhecido por seus guias de reparo e pelos testes de resistência, para fornecer kits de reparação aos usuários.

Além das peças, a companhia também oferecerá baterias e telas para substituição em alguns de seus dispositivos. Os pacotes de reparo custarão de US$ 40 a US$ 200, incluindo todas as peças para reposição bem como as ferramentas especiais que o usuário precisará para o processo, como pinças e parafusos.

Todos os kits contarão com um guia online com passo a passo para que o proprietário consiga concluir o reparo sozinho. Com isso, a Motorola se torna a “primeira grande fabricante de smartphones” a fornecer peças oficiais para que os próprios usuários reparem seus aparelhos, de acordo com o iFixit. E, embora as peças não sejam obtidas diretamente com a empresa, elas devem contar com uma garantia adicional, já que são distribuídas diretamente da fonte original.

Por um lado, apesar de parecer interessante e, em alguns casos, talvez até mais econômico fazer o reparo do smartphone por conta própria, vale ressaltar que, ao fazer isso, o usuário perde a garantia de seu aparelho, mesmo usando peças oficiais. Os kits são, portanto, recomendados para quem precisa manter o dispositivo por mais algum tempo após o período de garantia acabar.

Além disso, em comparação com os kits fornecidos para iPhone, os da Motorola são mais caros. Enquanto que a troca de bateria e a substituição de tela em dispositivos Apple custaria US$ 29 e US$ 70, respectivamente, o equivalente na fabricante para aparelhos Motorola seria de US$ 40 e US$ 100. O que pode sair mais barato é a mão de obra, pois essa parte ficaria por conta do usuário.

Contudo, os guias online alertam que toda a manutenção e por conta e risco do usuário. Em outras palavras, caso algo dê errado com o aparelho ou com o usuário, nem a Motorola nem o iFixit se responsabilizarão por isso.

No site do iFixit, há 17 kits de reparo da Motorola listados, mas nem todos estão à venda logo de cara. Os pacotes, por hora, referem-se ao Moto Z Force, Z Play, Droid Turbo 2, Moto G4 e G5.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.