O campeão voltou | Título de melhor câmera de celular troca de mãos novamente

Por Rubens Eishima | 23 de Dezembro de 2020 às 13h40
Divulgação/Huawei

Após algumas trocas de liderança em 2020, tudo indica que o ano termina com um novo rei no trono das câmeras de celular. Após o Huawei Mate 40 Pro assumir o posto de melhor smartphone para fotos, o modelo Mate 40 Pro+ derrubou o irmão menor do trono sem cerimônia alguma.

Isso, claro, segundo os especialistas do site DxOMark, após a publicação da avaliação do topo de linha chinês. Depois de fechar o primeiro semestre do ano com o Huawei P40 Pro na liderança, o ranking do site teve três trocas no topo da lista, com o Xiaomi Mi 10 Ultra, o Mate 40 Pro e, agora, o Pro+. Curiosamente, todos os três modelos são (pelo menos por enquanto) exclusivos do mercado chinês.

Fotografia premium

O Mate 40 Pro+ se diferencia do modelo Pro por incluir estabilização óptica de imagem no sensor principal, um campo de visão ampliado para a lente grande-angular, além de uma câmera adicional para aumentar o alcance da teleobjetiva.

Mate 40 Pro+ tem uma câmera teleobjetiva a mais que o modelo Pro (Imagem: divulgação/Huawei)

Para fotos à distância, o Mate 40 Pro+ substitui a lente com zoom 5x por duas, uma com zoom de 3x sobre um sensor de 12 megapixels (para cenas menos distantes), e outra com zoom óptico de 10x sobre um sensor de 8 megapixels. Ambas contam com autofoco por detecção de fase e estabilização de imagem.

Qualidade de imagem

Na parte de fotografia, o Mate 40 Pro+ deixou todos os concorrentes para trás no ranking do DxOMark, com destaques para exposição, bom alcance dinâmico (a gama de brilho entre os pontos mais escuros e claros da cena), reprodução de cores e equilíbrio de branco.

O modo noturno também foi ressaltado, o que não é de se estranhar, já que a linha Mate já há alguns anos é referência para a opção junto com a família Google Pixel. Na parte de zoom, o sistema duplo de teleobjetivas ficou atrás do Xiaomi Mi 10 Ultra, com o Mate 40 Pro+ perdendo pontos pelo foco um pouco mais demorado no sensor de 8 megapixels.

Especialista alemã em fotografia Leica é parceira da Huawei há alguns anos (Imagem: divulgação/Huawei)

Outro quesito em que o Mate 40 Pro+ não liderou foi a de vídeo, no qual foi superado pelo Mate 40 Pro. Mesmo com boa captura de imagem em cenas com boa iluminação, o Pro+ não se saiu tão bem em gravações com pouca luz.

Mesmo citando alguns pontos fracos, O DxOMark não poupou elogios às câmeras do Huawei Mate 40 Pro+. O smartphone chinês recebeu o título de “Rei das câmeras”, graças ao conjunto aprimorado em relação ao antigo líder do ranking. Resta saber se a Xiaomi não prepara alguma surpresa para uma nova troca de liderança antes da chegada de 2021. Para conferir amostras das imagens registradas pelo celular, e ler a avaliação completa (em inglês), basta clicar no link abaixo.

Fonte: DxOMark

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.