Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

iPhone sobrevive a queda de 4.800 metros após avião voar de "porta aberta"

Por| Editado por Wallace Moté | 08 de Janeiro de 2024 às 11h45

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Tudo sobre Apple

O caso de um avião que teve a sua porta aberta durante o voo e pousou em segurança chamou a atenção na última sexta-feira (5), mas a história acaba de ganhar outra camada impressionante. Afinal, um iPhone que teria caído da aeronave foi encontrado em solo, e funcionando normalmente. 

O celular foi identificado pelo designer de jogos Seanathan Bates, que publicou os detalhes por meio de suas redes sociais. De acordo com ele, o dispositivo estava ao lado de uma estrada, com pouco menos da metade da bateria restante e o modo avião ativado. 

Continua após a publicidade

Por coincidência, o iPhone estava desbloqueado e com um email aberto, contendo informações sobre a recolha de bagagem do voo ASA1282 — o mesmo que teve a falha noticiada na semana passada. 

Portanto, isso significa que o dispositivo teria caído de uma altura próxima a 16 mil pés, equivalentes a cerca de 4.876 metros. Mesmo assim, ele estava praticamente intacto com sua capinha e película protetora.

O único problema percebido por Bates foi a presença de uma ponta quebrada de um cabo que estaria conectado ao smartphone. 

Os modelos mais recentes de iPhone possuem o Ceramic Shield como um revestimento voltado para proteger o aparelho de danos causados por quedas ou outros tipos de choques físicos. Contudo, nenhum teste feito pela Apple chega perto do impacto de um tombo de 16 mil pés. 

Porém, o celular caiu em uma superfície de grama, o que deve ter ajudado em grande parte na sobrevivência do dispositivo — além disso, a presença de capa e película de proteção entregaram uma camada extra de segurança que pode ter sido essencial para que o aparelho "sobrevivesse". 

Outra publicação feita por "avgeekjake" mostra a localização do iPhone encontrado, em comparação com a trajetória do voo ASA1282:

Continua após a publicidade

Bates ainda entrou em contato com a NTSB (National Transportation Safety Board, ou Conselho Nacional de Segurança dos Transportes, em tradução livre), que afirmou já ter encontrado outro smartphone caído do mesmo voo anteriormente — contudo, a marca do primeiro celular não foi divulgada. 

Até o momento, não foram divulgadas informações em relação à identificação de uma possível pessoa dona do iPhone. 171 pessoas estavam no voo que teve a porta danificada, e nenhuma fatalidade foi registrada.