A14 Bionic pode tornar o iPhone 12 duas vezes mais rápido que o Galaxy S20

Por Diego Sousa | 17 de Março de 2020 às 17h35
PhoneArena
Tudo sobre

Saiba tudo sobre iPhone 12 mini

Ficha técnica

Todo ano a Apple apresenta um novo iPhone com a nova geração dos seus processadores próprios. O vindouro iPhone 12, que está previsto para algum momento do segundo semestre de 2020, será equipado com A14 Bionic, que promete trazer muito mais desempenho e menor consumo de energia em relação ao seu antecessor e outros processadores do mercado.

O site paquistanês Research Snipers reportou, no último dia 15 de março, testes de benchmark feitos pelo possível Apple A14 Bionic, que é equipado com seis núcleos e clock máximo de 3,1 GHz.

Os resultados impressionam: 1.658 pontos em núcleo único, útil para realizar tarefas simples, como navegar na Web e acessar redes sociais; e 4.612 pontos em núcleos múltiplos, que incluem jogos pesados, realidades virtual e aumentada, edição de fotos e vídeos, etc.

Resultados do suposto Apple A14 Bionic no GeekBench 5 (Foto: Reprodução/Gizchina)

Para comparação, o Galaxy S20+, equipado com o processador Snapdragon 865, alcançou uma pontuação aproximada de 3.300 pontos nos testes de múltiplos núcleos. Já nos testes de núcleo único, que não necessariamente precisa de taxas mais altas, o Apple A14 Bionic do iPhone 12 foi, teoricamente, duas vezes mais rápido que o Snapdragon 865, presente no modelo da Samsung.

Em relação ao Apple A13 Bionic, presente nos iPhones 11, 11 Pro e 11 Pro Max, o desempenho single-core do novo chipset foi 25% superior, enquanto o multi-core aumentou 33%. A imagem abaixo compara os resultados do possível A14 Bionic com diversos outros smartphones, como Galaxy Note 10, G8s ThinQ e Google Pixel 4 XL, no GeekBench 5:

Comparação com outros smartphones e processadores (Foto: Reprodução/Research Snipers)

O que se sabe sobre o Apple A14 Bionic até o momento é que a TSMC, rival da Samsung no ramo de semicondutores, construirá os chipsets em 5 nanômetros no processo EUV (litografia ultravioleta extrema), o que deverá trazer maior desempenho gráfico e menor consumo de energia - Exynos 9825 foi o primeiro chipset Android desenvolvido nesse processo.

Vale lembrar que os números não são oficiais, mas, caso se confirmem, o iPhone 12 acirrará a disputa entre Androids e iPhones, que já perdura por vários anos.

Fizemos um compilado sobre o que esperar do iPhone 12. Confira na matéria abaixo:

Fonte: Gizchina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.