iPhone 6 terá duas versões com telas de até 5 polegadas

Por Redação | 23.01.2014 às 20:58

O hype em torno do iPhone dura todo o ano e, de acordo com o Wall Street Journal, a próxima versão do smartphone da Apple apresentará uma tela maior que a dos aparelhos atuais. Assim como aconteceu com os últimos modelos, a Maçã não está desenvolvendo um, mas sim dois dispositivos: um com tela de 4,5 polegadas, e outro com 5 polegadas. Não é a primeira vez que se escuta algo sobre o assunto, mas o rumor está ganhando corpo à medida que mais veículos estão especulando sobre os dispositivos.

Segundo informações do The Verge, ao que tudo indica os telefones serão feitos de metal e não apresentarão uma característica que há algum tempo vem sendo levada em consideração: a tela curva. Ao contrário do iPhone maior, cujo desenvolvimento ainda é preliminar, o aparelho maior já estaria próximo de ser posto para ser produzido em massa.

Ainda segundo o WSJ, aparentemente a Apple percebeu que não vale a pena produzir um aparelho em plástico voltado para o mercado de entrada e por isso deixará o material de lado daqui para frente. Apesar disso, é pouco provável que a companhia deixará de produzir o iPhone 5C depois de apenas um ano do seu lançamento – afinal de contas, os demais iPhones foram mantidos no mercado por algum tempo antes de serem descontinuados completamente.

Independente de qual estratégia a empresa escolha adotar, ao que tudo indica ela está disposta a combater os dispositivos Android. A última vez que o iPhone teve o tamanho de sua tela aumentado foi em 2012 – passando de 3,5 polegadas para 4 com o iPhone 5. De lá para cá, a Apple tem visto os dispositivos do Robô Verde ficarem gigantescos e terem telas de até 6,4 polegadas, como é o caso do Xperia Z Ultra.

Embora as telas dos novos iPhones sejam substancialmente maiores em relação aos demais dispositivos da linha e representem uma mudança significativa nos padrões do telefone, elas ainda serão menores que as dos demais fabricantes. Mesmo assim, o aumento do tamanho será muitíssimo bem vindo por nós e por todos aqueles que não aguentam mais iPhones com telas diminutas.

Leia também: Há 7 anos a Apple lançava o iPhone, o celular que revolucionou uma indústria