Galaxy S10 ainda é uma ótima opção em 2020; veja as razões

Por Diego Sousa | 28 de Fevereiro de 2020 às 16h30
Reprodução/Tom's Guide
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy S10

Ficha técnica

O Galaxy S10 foi lançado no Brasil em março do ano passado, e representou uma ruptura no visual, até então, característico da linha. Ele ainda é um dos smartphones mais potentes da Samsung no país e, mesmo com a chegada dos novos Galaxy S20, S20 Plus e S20 Ultra, se mostra uma opção excelente para quem não quer gastar uma fortuna pelos lançamentos. Neste artigo, confira porque vale a pena investir seu dinheiro no Galaxy S10.

Galaxy S10: preço

A cada lançamento da linha Galaxy S, a Samsung anuncia uma redução nos preços da geração passada na gringa - mesmo que isso já aconteça naturalmente ao longo dos meses. Anunciado por R$ 4.999 no Brasil durante o lançamento, atualmente já é possível encontrar o S10 na faixa dos R$ 2.500/2.700, uma redução de quase 50%. Vale lembrar que hoje em dia esse valor é cobrado pelos chamados “intermediários premium”, como o Motorola One Hyper, ou seja, é um preço para lá de convidativo.

O Galaxy S10e, smartphone mais acessível da linha, é outra opção interessante, podendo ser encontrado por até R$ 2.200 nas principais lojas do mercado. Já o S10+, por sua vez, é a alternativa mais cara, ultrapassando a casa dos R$ 3.000.

Galaxy S10: design

O Galaxy S10 tem um design atual com bordas curvas e câmera frontal dentro da tela (Foto: Canaltech)

Como dito anteriormente, em termos de design, o Galaxy S10 trouxe um visual completamente novo em relação ao Galaxy S9. A onda do “mais tela, menos bordas” foi adotada com firmeza no smartphone, já que até a câmera frontal mudou de posição e está alojada em um furo na tela. Além disso, as laterais do S10 são curvadas e servem para dar mais ergonomia na hora de visualizar conteúdos.

O S10 é todo construído em vidro e metal, mas somente a parte frontal recebe o Gorilla Glass 6, enquanto a traseira ainda é o Gorilla Glass 5. Mas nem por isso é pesado: 157 gramas. No Brasil, ele está disponível nas cores branco-prisma, preto-prisma e azul-prisma.

Galaxy S10: tela

O Galaxy S10 tem a mesma resolução 2K (1440 x 3040 pixels) das gerações anteriores, mas a reprodução das cores está muito melhor graças a tecnologia Dynamic AMOLED. Para os padrões atuais, as 6,1 polegadas de tela podem ser pequenas, mas ela ocupa cerca de 88% de toda área frontal, ou seja, tem bom aproveitamento e ainda é compacto.

Além disso, a tela traz suporte ao padrão HDR10+, que otimiza o brilho e contraste dos conteúdos exibidos - em um display AMOLED, isso significa preto mais profundo e cores mais vivas.

Tela do S10 foi eleita uma das melhores na época (Foto: Canaltech)

Galaxy S10: hardware e software

Embaixo do capô há um processador Exynos 9820, um octa-core de até 2.7GHz fabricado em 8 nm. Aliado ao chipset há 8GB de memória RAM e opções de 128 ou 512GB de armazenamento interno UFS 2.1, com expansão via cartão de memória de até 512GB. Na prática, ainda é um dos melhores conjuntos da atualidade, que provavelmente rodará jogos e aplicações pesadas com fluidez por, no mínimo, mais dois anos.

O Android 10 já chegou ao Galaxy S10, bem como a nova interface One UI 2, proprietária da Samsung. Ou seja, o modo escuro continua, além do Always on Display.

Galaxy S10: câmera

As câmeras estão em constante evolução e, mesmo que o Galaxy S10 não seja mais o melhor da categoria, ainda possui um conjunto para lá de interessante para a maioria das ocasiões.

São três sensores no total, sendo a principal (wide) de 12MP, abertura variável de f/1.5-2.4, estabilização óptica e tecnologia Dual Pixel; ultra grande-angular (ultrawide), que registra um ângulo de visão maior, de 16MP, abertura de f/2.2 e estabilização de vídeo; e uma telefoto, capaz de realizar zoom óptico de até 2x, de 12MP e abertura f/2.4. Na frontal, há um único sensor de 10MP com abertura de f/1.9. Ambas câmeras conseguem gravar em resolução 4K a 60fps ou 960fps em resolução HD.

Câmera do S10 ainda faz um bom trabalho (Foto: Canaltech)

Galaxy S10: bateria e recursos extras

Ainda estamos falando de um topo de linha, então o que não falta são recursos extras. O Galaxy S10 foi o primeiro celular da Samsung a trazer sensor de digitais ultrassônico sob a tela, que adiciona uma camada extra de segurança no desbloqueio. Há também certificação IP68, que garante imersão em água doce por 30 minutos em até 1,5m de profundidade, sensor de batimentos cardíacos, suporte ao Samsung DeX, NFC (infravermelho), Bluetooth 5.0 e USB-C 3.1. No som, a Samsung pôs dois alto-falantes e manteve a entrada de 3.5mm para fones de ouvido.

Para segurar isso tudo, são 3.400mAh de bateria com suporte ao carregamento rápido com fio(15W), sem fio (9W) e reverso, ou seja, pode recarregar outros dispositivos compatíveis com a tecnologia pela traseira do smartphone.

Galaxy S10: vale a pena?

Entre os topos de linha do ano passado, o Galaxy S10 é o que tem o melhor custo-benefício. Se você não quer gastar a fortuna que os novos Galaxy S20, provavelmente, custarão, o S10 é um ótimo investimento para os próximos dois a três anos. Além disso, há o Galaxy S10e, que oferece parte da experiência do Galaxy S10 por um preço mais acessível. Confira o nosso comparativo para conhecer suas diferenças:

Gostou desta matéria? Deixe nos comentários se você tem ou pretende adquirir um Galaxy S10!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas Galaxy S10

  • Carrefour-
    Smartphone Samsung Galaxy S10 128Gb Azul 4G Tela 6.1" Câmera Tripla 16Mp Selfie 10Mp Dual Chip Android 9.0
    R$ 2.725,55
  • Submarino
    Smartphone Samsung Galaxy S10 128GB Dual Chip Android Tela 6.1¿ Octa-Core 4G Câmera Tripla Traseira 12MP + 12MP + 16MP - Branco
    R$ 2.834,10
  • Pontofrio
    Smartphone Samsung Galaxy S10 Preto 128GB, 8GB RAM, Tela Infinita de 6.1", Câmera Traseira Tripla, Dual Chip, PowerShare, Leitor Digital, Android 9.0
    R$ 2.879,10