Código do Android 12 sugere leitor biométrico sob a tela na linha Pixel

Código do Android 12 sugere leitor biométrico sob a tela na linha Pixel

Por Diego Sousa | Editado por Wallace Moté | 18 de Março de 2021 às 10h20
Reprodução/Oppo

Leitor biométrico sob a tela já é um recurso presente na maioria dos smartphones topo de linha, mas algumas grandes fabricantes ainda não o adotaram, como é o caso do Google. No entanto, parece que isso deve mudar este ano, de acordo com evidências encontradas no código do futuro Android 12.

Com o lançamento da segunda versão para desenvolvedores (Developer Preview) do Android 12 nesta quarta-feira (17), um desenvolvedor encontrou novas classes no código do sistema operacional, sendo uma delas chamada de "UdfpsControllerGoogle" — "Udfps" significa "under-display fingerprint scanner" ("leitor de impressões digitais sob a tela", em tradução livre).

Várias classes relacionadas a leitores biométricos já haviam sido encontradas no código da primeira versão para desenvolvedores, mas há uma diferença entre elas: o caminho que as evidências antigas fizeram levava ao com.android.systemui, que seria adicionado de forma geral no Android e poderia ser aproveitado por outras fabricantes de celulares Android; as novas, no entanto, têm destino no com.google.android.systemui, sugerindo que estas classes estejam sendo desenvolvidas para celulares da linha Pixel.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Leitor biométrico sob a tela já se encontra em aparelhos premium há anos (Imagem: Reprodução/Oppo)

Infelizmente, não há qualquer garantia de que o Google incluirá, de fato, a opção de desbloqueio em seus próximos aparelhos, mas não seria surpresa se isso acontecesse. Os leitores ópticos já estão no mercado há algum tempo e eles evoluíram muito desde então, embora ainda sejam menos seguros que os componentes dedicados embutidos na tampa traseira ou no botão de energia. No entanto, vale lembrar que o Google poderia adicionar um sensor ultrassônico, semelhante ao dos smartphones Galaxy, atualmente a opção mais segura.

Mais segurança

Em fevereiro deste ano, desenvolvedores encontraram mudanças no código-fonte do setor de configurações do Android 12 que sugeriram o desbloqueio do aparelho usando tanto o reconhecimento facial quanto o leitor de impressões digitais — aqui, no entanto, não é citado se seria sob a tela ou por um leitor capacitivo, mesmo. Na prática, a solução daria mais segurança, já que seria preciso uma camada extra para desbloquear o celular.

Embora o desbloqueio por face não seja dos mais seguros no Android, a combinação com a impressão digital pode ser uma boa opção para usuários que sempre esquecem o portátil em algum canto e não querem ter problemas.

Fonte: XDA-Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.