Trailer da série Biohackers cria mistério envolvendo biologia e tecnologia

Por Laísa Trojaike | 22 de Julho de 2020 às 22h30
Netflix

A evolução tecnológica não existe somente no sentido de criar coisas para os humanos, trata-se também de modificar organismos vivos ou criar interações entre organismos e máquinas, o que levanta uma série de questionamentos éticos sobre o assunto. Polêmico, mas necessário, esse é o tema da nova série europeia a chegar na Netflix, Biohackers.

Modificações biológicas podem alterar o futuro de forma irreversível e nem sempre para melhor, como vemos em muitos obras de ficção científica que tentam nos avisar sobre o que estamos fazendo. Biohackers irá abordar essa questão complexa, segundo a sinopse oficial divulgada na descrição do trailer:

De chips de THC a aprimoramentos genéticos, bem-vindo ao mundo de Biohacking. Quando Mia (Luna Wedler) começa sua graduação em medicina, ela parece ser como qualquer outro aluno. Mas quando ela ganha a confiança da brilhante Professora Lorenz (Jessica Schwarz), fica claro que ela está escondendo um segredo tão grande que pode mudar o destino da humanidade. Do diretor de Girlboss (Christian Ditter), vem um thriller que fará você questionar a composição da própria vida.

Fora essa descrição e o que vemos no trailer, não há muito mais sobre Biohackers em termos de divulgação oficial. A série tem também uma página oficial no Intagram, @BiohackersNetflix, e por lá há a sensação de que o rato que brilha no escuro é no mínimo a mascote da série. Biohackers irá estrear os seis episódios da primeira temporada em 20 de agosto, mas não há informações sobre o lançamento do título no catálogo da plataforma aqui no Brasil.

Fonte: Mashable

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.