Publicidade

7 traduções de títulos de séries que não fazem o menor sentido

Por| Editado por Durval Ramos | 17 de Maio de 2024 às 20h00

Link copiado!

Reprodução/AMC, CBS, ABC
Reprodução/AMC, CBS, ABC

O Brasil é um dos grandes consumidores de séries de TV, trazendo para cá diversos seriados de todo o mundo para enriquecer a grade de canais de televisão e catálogos de streaming. Só que, ao chegar por aqui, muitos desses seriados acabam ganhando títulos traduzidos. E enquanto alguns fazem sentido, outros parecem obras de alguém completamente insano.

A ideia de traduzir o título de uma série ou filme para o público brasileiro é bastante comum e condiz com a realidade do nosso país, trazendo as produções para mais próximo da realidade e entendimento do espectador. Porém, algumas liberdades poéticas, loucura ou simplesmente uma corrida para entregar o trabalho antes de acabar o expediente nos presentearam com algumas pérolas que marcaram a memória.

Continua após a publicidade

7. Um Maluco na TV

30 Rock é uma das séries de comédia mais divertidas dos últimos 20 anos, mostrando o dia a dia caótico da produção de um programa nos moldes do Saturday Night Live. A série, que inclusive traz atores que participaram do lendário programa, como Tracy Morgan e Tina Fey, tem esse nome de 30 Rock por ser o endereço do prédio da GE, onde estão os estúdios da NBC, emissora que exibiu o seriado.

Porém, ao chegar no Brasil, a série precisava de um novo título que fizesse sentido para o público de cá. Um gênio olhou para a série, assistiu a algumas cenas com os personagens de Morgan e Alec Baldwin, um executivo que está sempre próximo à produção, aproveitou que já existia uma série chamada Um Maluco no Pedaço (que também é uma tradução sem sentido) e cravou Um Maluco na TV.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

6. Pelo Direito de Recomeçar

The Good Wife é uma série de drama de advogados que recebe esse nome por conta a história de uma mulher de um promotor que retorna à sua carreira como advogada após um escândalo de corrupção e sexo envolve o seu marido. A "Boa Esposa" do título é interpretada pela atriz Julianna Margulies (E.R.: Plantão Médico).

Na hora que chegou ao Brasil e precisava de um novo título, alguém olhou para a sinopse, sentiu o potencial de um novelão, o fato de a personagem principal ter que voltar à sua vida profissional, que era no meio legal e pronto: Pelo Direito de Recomeçar. Temos que dizer que foi uma sacada e tanto.

Continua após a publicidade

5. Mulher Gato

Você deve estar se perguntando quando foi que a DC e a Warner produziram uma série de TV da Mulher Gato e podemos dizer que nunca. A personagem já apareceu em séries ligadas ao Batman, mas nunca foi a protagonista de uma produção para a TV.

Isso não impediu que, quando a série Birds of Prey, que adaptava as personagens do grupo Aves de Rapina, tendo Oráculo, Caçadora e Canário Negro como personagens principais, recebesse esse nome no Brasil.

Continua após a publicidade

Você também deve se perguntar o motivo desse título. A Caçadora da série se chama Helena Kyle, a filha do Batman com a Mulher Gato. Em vez de considerar o nome da personagem que de fato estrela a série, alguém pegou a ligação e "Vai ser Mulher Gato. Forte abraço!". Detalhe: a própria Mulher Gato não aparece na série.

4. As Confusões da Leslie

Parks and Recreation revelou ao mundo o timing cômico de Chris Pratt e entregou personagens maravilhosos, como Ron Swanson, April Ludgate e Tom Haverford, interpretados por Nick Offerman, Aubrey Plaza e Aziz Ansari. 

Continua após a publicidade

A série, que mostra o dia a dia do departamento de Parques e Recreação da pequena cidade de Pawnee, tinha como personagem principal Leslie Knoppe, interpretada por Amy Poehler, uma funcionária pública que realmente acredita no sistema e quer ajudar o povo local. E embora Parks and Recreation não seja um título particularmente fácil de se adaptar, quando a série foi lançada na TV brasileira, foi escolhido o nome mais preguiçoso possível: As Confusões da Leslie. Ela nem entra em confusões desse jeito para receber esse título.

3. Breaking Bad: A Química do Mal

Breaking Bad é certamente um dos marcos da TV americana, entregando temporadas incríveis que contam a história de um professor de química que quando descobre estar com câncer, resolve vender drogas para guardar dinheiro para a sua família. A evolução de Walter White, personagem de Bryan Cranston, de "quero proteger minha família" até mestre do crime é simplesmente sensacional.

Continua após a publicidade

Traduzir o título da série também parece um pouco difícil, já que uma tradução literal tornaria a série motivo de risada. Então, quando a produção chegou à TV brasileira, teve o seu título original mantido, mas com um subtítulo que conseguiu ser incrível e ridículo ao mesmo tempo.

2. As Panteras

Continua após a publicidade

A história de um grupo de policiais que são recrutadas para trabalhar em uma agência de detetives, lideradas por um misterioso homem chamado Charlie se tornou uma sensação da TV dos anos 1970. Apesar de criticada por muitas vezes usar a figura das belas atrizes selecionadas para os papéis, o seriado marcou época e ganhou remakes e versões para o cinema, com a mais recente produção sendo voltada para o público brasileiro.

Nos Estados Unidos e em vários países do mundo, o trio de detetives era chamado de Os Anjos de Charlie, ou simplesmente Charlie's Angels, o título original da série. Só que, quando chegou ao Brasil, esse nome não passou no crivo da tradução. Era preciso de um título mais atrativo e, usando o linguajar da época, a série virou As Panteras, nome que é usado até hoje para as adaptações produzidas pela Sony Pictures.

1. Barrados no Baile

Continua após a publicidade

Barrados no Baile era uma série do começo dos anos 1990 que girava em torno de um grupo de adolescentes que vivia em Beverly Hills. Essa ideia era tão forte que o título original do seriado era simplesmente 90210, que é o código postal de Beverly Hills, em Los Angeles.

Só que usar o CEP de Los Angeles no título nacional da série não faria sentido algum. Pensando nisso, um gênio da Rede Globo, onde a série seria exibida, resolveu assistir ao seriado para tentar pescar alguma coisa que pudesse ser usada como título. E ele teve um insight genial, a verdadeira visão além do alcance.

Logo no primeiro episódio, uma das personagens tenta entrar em casa noturna usando uma identidade falsa, já que é menor de idade, e acaba sendo barrada. O gênio viu essa cena, provavelmente aproveitou uma música do cantor Eduardo Dusek, lançada na década de 80, que não tem absolutamente nada a ver com a série, e pensou "É isso! Barrados no Baile!".