Publicidade

O Menino Maluquinho | Estúdio brasileiro fala sobre a adaptação para a Netflix

Por| Editado por Jones Oliveira | 24 de Outubro de 2022 às 15h00

Link copiado!

Netflix
Netflix
Tudo sobre Netflix

No Dia das Crianças, estreou na Netflix a série O Menino Maluquinho, inspirada nos clássicos quadrinhos de Ziraldo. É a primeira vez que a história do personagem infantil vira desenho animado e deve conquistar uma nova geração e diferentes culturas.

O Menino Maluquinho conta a história de um garotinho que está sempre com uma panela na cabeça e se divertindo, mesmo entrando em confusões. Sua história foi contada pela primeira vez na década de 1980 pelos livros de Ziraldo, vendendo mais de quatro milhões de cópias em mais de 10 países.

Para conhecer melhor a nova série animada da Netflix, o Canaltech conversou com Walkir Fernandes, co-diretor de arte do desenho ao lado da produtora Chatrone, que nos contou um pouco sobre o processo de adaptar uma obra tão clássica para uma plataforma de streaming que não para de crescer.

Continua após a publicidade

Um Menino Maluquinho mais moderno

A adaptação artística de O Menino Maluquinho foi feita pelo estúdio Dogzilla, escolhido após a repercussão de um curta-metragem de animação chamado Apneia, como conta Fernandes. O filme circulou os principais festivais de cinema e animação do mundo, ganhando prêmios importantes como o de Melhor Curta-metragem no 47º Festival de Cinema de Gramado, além do Prêmio da Crítica no 27º Festival Animamundi.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia
"Foi uma animação que chamou atenção no meio e mostrou a qualidade do que produzimos no estúdio. Ajudou a nos conectar com a Chatrone, produtora responsável pela série do Menino Maluquinho, que gostou muito do nosso trabalho. Eles já vinham há algum tempo trabalhando em ideias para a série e nos chamaram pra ajudar no desenvolvimento visual", revelou Walkir.

Ziraldo

À Netflix, Ziraldo contou que a nova série foi feita para que pais e filhos assistissem juntos. "Um para relembrar a infância, e outros para criar suas próprias memórias", disse o cartunista. Walkir também disse que teve conversas com Ziraldo e família para discutir pontos importantes da adaptação, trazendo "novas aventuras, diferentes contextos, sempre celebrando a obra do criador da história".

O diretor de arte contou ainda que tiveram todo o apoio necessário para a criação da animação. "Trazer a história para a atualidade foi um desafio muito gostoso e contamos com todo o apoio da equipe, do Ziraldo e de sua família para fazer acontecer. Ziraldo e sua família ficaram muito satisfeitos com o resultado", afirmou.

Continua após a publicidade

Desafios

Walkir Fernandes dividiu a direção de arte de O Menino Maluquinho com Beta Krüger, fazendo uma pesquisa que ajudou a dupla a celebrar a obra de Ziraldo. Sobre os desafios, o profissional contou que o mais importante da criação do desenho era considerar a relevância que Ziraldo tem na história das artes gráficas brasileiras e em nosso imaginário.

"É um estilo único, sucinto e com forte poder de comunicação. Quem não conhece O Menino MaluquinhoOo ? Há mais de 40 anos esse personagem povoa a lista dos livros infantis mais vendidos no Brasil. Transpor tudo isso para uma série de animação não foi nada fácil. Afinal, todo mundo tem dentro de si um ideal do que é o Menino Maluquinho", contou Walkir.
Continua após a publicidade

Então, a equipe da Dogzilla reinventou O Menino Maluquinho para uma roupagem adequada para 2022, oferecendo uma conexão ainda maior com as crianças dos tempos atuais. Fernandes disse que a série precisava de um design que fosse uma ponte entre o personagem de 1980 com o de 2022, sendo "uma expansão do universo gráfico dos livros e quadrinhos".

Por fim, Walkir e sua equipe estão orgulhosos de conseguir levar para o mundo um pouco do nosso país. "Algo que a gente sempre buscou muito foi que a série tivesse uma cara de interior do Brasil, nas casas, nos personagens, nos móveis, nos objetos, etc. Era um dos nossos pilares na arte. Fico muito feliz que estamos levando pa ra fora do país um pouco do nosso jeito de ver o universo ao nosso redor", completa.

A primeira temporada de O Menino Maluquinho já está disponível na Netflix.