Kevin Spacey é acusado de assédio sexual pela produção de House of Cards

Por Redação | 03 de Novembro de 2017 às 11h07

Após ser acusado de ter cometido assédio sexual pelos atores Anthony Rapp e Roberto Cavazos, o ator protagonista de House of Cards, Kevin Spacey, sofreu nova acusação do mesmo ato. E todas elas foram reveladas na mesma semana. Se os relatos de Rapp e Cavazos referiam-se a episódios que teriam acontecido há alguns anos, desta vez Spacey foi acusado de ter assediado membros da equipe do seriado produzido pela Netflix.

Pelo menos oito pessoas da produção da série, que só concordaram em falar sobre o assunto sob anonimato, afirmaram terem sido vítimas de assédio ou abuso sexual por Spacey ou presenciado o mesmo comportamento do ator com outras pessoas que trabalhavam nos sets de filmagem.

Um dos relatos diz que o ator tocou um funcionário em suas partes íntimas, por cima da calça, no veículo em que estava sendo transportado. A vítima, que não teria consentido com o gesto, ainda afirmou que ficou em "estado de choque" com a situação e se preocupou pois o ator tinha "uma posição muito poderosa na série". 

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A mesma vítima ainda disse que Spacey deixava o ambiente das gravações "tóxico", além de ter um comportamento "predador" e geralmente direcionado a homens jovens.

Uma ex-assistente de produção disse que o ator teria agido de maneira inadequada e fingindo uma brincadeira quando segurava as mãos de alguns funcionários do set e as levava próximo a sua virilha. Outros funcionários disseram ter observado ou sido vítimas de aproximações inapropriadas de Spacey, sempre relacionadas a toques pouco convencionais em um ambiente de trabalho. Todos eles teriam receio de denunciar o ator para não perderem o emprego, ou ainda não terem suas histórias consideradas verídicas.

Os relatos de Rapp e Cavazos podem surtir um efeito similar ao que aconteceu com o produtor de cinema Harvey Weinstein, que foi acusado de inúmeros casos de abusos e assédios sexuais em sequência após uma reportagem do New York Times publicar os primeiros relatos.

Através de um representante, Spacey, que se declarou "um homem gay" após a primeira acusação, disse que tiraria um tempo para "buscar avaliação e tratamento". A Media Rights Capital, produtora de House of Cards, disse estar "profundamente preocupada" após as novas acusações contra o ator. As gravações da sexta temporada da série estão suspensas.

Fonte: Boa Informação

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.