Kevin Spacey volta a ser acusado de assédio sexual

Por Redação | 01 de Novembro de 2017 às 11h43
Getty Images

O ator mexicano Roberto Cavazos acusou Kevin Spacey de assédio sexual apenas um dia depois de a primeira denúncia ter sido divulgada publicamente pelo também intérprete Anthony Rapp. O caso teria acontecido em 2008, quando o acusado era diretor do teatro Old Vic, em Londres.

Cavazos afirma ser apenas uma de tantas vítimas de Spacey durante os 11 anos que ele ocupou a diretoria artística da casa, uma das mais tradicionais de Londres. Ele conta ter se encontrado com o ator no bar do teatro, após conhecê-lo no que seria uma suposta conversa sobre sua carreira. Nesta segunda ocasião, o protagonista de House of Cards teria tentando tocá-lo inapropriadamente, um avanço negado pelo mexicano.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Papos sobre a carreira, entretanto, seriam comuns entre os atores e pessoal técnico do Old Vic, a ponto de se tornarem uma piada. Tanto homens quanto mulheres teriam sido convidados por Spacey para reuniões desse tipo, que poderiam acontecer tanto no bar do teatro quanto no próprio salão principal, com direito a champagne em um palco plenamente iluminado, no qual os dois estariam sozinhos.

Durante sua estadia no Old Vic, Cavazos conta ter ficado sabendo de tantos casos que não se surpreenderia se as vítimas iniciassem um movimento de denúncias contra Spacey, da mesma maneira que aconteceu com o todo-poderoso produtor Harvey Weinstein. Ele mesmo afirma ter obtido a força para contar sua história após tomar conhecimento da contada por Rapp durante o último final de semana.

Rapp, que atualmente está em Star Trek: Discovery, relatou ter sido assediado sexualmente quando tinha apenas 14 anos e ainda era um iniciante em Hollywood. Ele alega que Spacey o encontrou sozinho em um quarto, durante uma festa, e tentou se deitar sobre ele. Na época, ele aproveitava sua recém-obtida notoriedade no cinema após anos construindo uma carreira de sucesso no teatro. A revelação do caso levou a mais denúncias por meio de redes sociais, que receberam menor atenção da mídia.

Em comunicado oficial, representantes do Old Vic afirmaram estarem abismados com as revelações do comportamento de Spacey, uma vez que o local tenta ser um ambiente seguro e de apoio para que atores e todos os envolvidos nas artes possam se expressar sem perigo de assédio, bullying ou qualquer outro tipo de violência. O teatro também criou uma conta de e-mail confidencial para receber mais relatos sobre essa e qualquer outra conduta inapropriada que tenha acontecido por lá, mesmo que as denúncias sejam feitas de forma anônima.

A maior resposta às denúncias de assédio contra Spacey, entretanto, veio da Netflix, que anunciou o cancelamento de House of Cards, com a sexta temporada do show sendo sua última. As filmagens começaram há algumas semanas, mas foram suspensas indefinidamente após o escândalo, com rumores apontando para uma reescrita no roteiro de forma a reduzir o papel do ator, que interpreta o protagonista Frank Underwood.

Spacey não se pronunciou sobre as acusações feitas por Cavazos ou os outros relatos que surgiram desde o último fim de semana. Originalmente, falando sobre o caso relatado por Rapp, o ator pediu desculpas e disse não se lembrar do ocorrido, aproveitando a oportunidade para se assumir como homossexual, em uma atitude que tornou a fogueira ainda mais forte por soar como uma tentativa de desviar o foco das denúncias de assédio.

Fonte: Roberto Cavazos (Facebook), Mashable

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.