Windows 11 em máquinas abaixo do requisito pode ficar sem updates de segurança

Windows 11 em máquinas abaixo do requisito pode ficar sem updates de segurança

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 30 de Agosto de 2021 às 14h00
Divulgação/Microsoft

Quando a Microsoft anunciou oficialmente o Windows 11, um de seus principais focos foi no salto de segurança no sistema operacional. Ao mesmo tempo em que se apresenta como uma vantagem, a decisão da empresa também traz novos requisitos de hardware e configurações específicas para funcionar — barreiras que podem ser desviadas, ao custo de perder atualizações importantes no futuro.

Embora a companhia até o momento não tenha se recusado a fornecer suporte às máquinas mais antigas, ela deu sinais de que vai fazer o possível para forçar uma atualização de hardware. Ao The Verge, um representante afirmou que computadores antigos não estariam na lista de recebimento de correções de segurança através do Windows Update; tampouco teriam a garantia de ganhar drivers mais recentes.

Caso o Windows 11 siga o mesmo ritmo de atualização do Windows 10, que a cada seis meses ganha uma nova grande versão, ainda seria possível usar suas edições mais recentes com ferramentas como o recurso de instalação do sistema — processo menos prático do que só baixar e instalar automaticamente novos recursos. No entanto, não está claro se a empresa vai continuar fornecendo essa opção para quem não cumprir os requisitos de sua nova plataforma.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Divulgação/Microsoft

Os principais obstáculos para quem deseja instalar o novo sistema operacional são a necessidade de usar um módulo TPM 2.0, que não está presente em placas-mãe mais antigas. Também será preciso ter pelo menos um processador Intel Core da 8ª Geração (ou superior) ou AMD Ryzen 2000 para aproveitar o novo software, bem como habilitar o boot seguro — exigências que ainda estão sujeitas a mudanças futuras.

Windows 10 continuará recebendo atualizações

Com essas restrições em jogo, pode ser mais interessante manter o Windows 10 instalado do que fazer a transição para o Windows 11, ao menos em um momento inicial. A versão atual do sistema operacional deve receber a atualização 21H2 em breve, e promete ajustes de segurança pelo menos até o dia 14 de outubro de 2025.

Imagem: Divulgação/Microsoft

Desde que a nova versão da plataforma foi anunciada no final de junho, a Microsoft tem se mostrado flexível em suas exigências e, aos poucos, vem revelando novos aspectos do que o público pode esperar. A previsão é a de que o Windows 11 seja lançado até o final de 2021 na forma de uma atualização gratuita para quem já tem o Windows 10, também podendo ser adquirido junto a novas máquinas produzidas por suas parceiras ou de maneira individual pelos canais oficiais da desenvolvedora.

Fonte: The Verge, Ars Technica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.