Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Wi-Fi gratuitas são seguras ou não?

Por| Editado por Claudio Yuge | 13 de Dezembro de 2021 às 21h00

Link copiado!

Envato/twenty20photos
Envato/twenty20photos

Ao ver uma placa de "Wi-Fi gratuito" em algum lugar público, é comum que grande parte das pessoas se aproveitem da oportunidade para economizar seus planos de dados. O que muitos não sabem é que essa conexão disponível para todos no ambiente, na verdade, pode trazer muitos problemas.

Embora a ideia de economizar o plano de dados pareça uma situação vantajosa, a verdade é que criminosos sabem que as pessoas vão procurar esse tipo de conexão, ficando a espreita aguardando uma oportunidade de invadir e roubar dados de vítimas, ou mesmo instalar agentes maliciosos, os famosos malware.

Ao mesmo tempo, nem sempre eles podem estar instalando ameaças em computadores, mas podem estar detectando pacotes, analisando e compilando o tráfego de dados que está ocorrendo naquela rede aberta — quem sabe, no meio disso, não apareça algumas informações sensíveis de um usuário desavisado, não?

Continua após a publicidade

Com tantos problemas de segurança é comum pensar que só desavisados usariam uma rede aberta. A realidade, porém, é outra, conforme demonstrado por um experimento da Avast no evento Mobile World Congress, onde ela disponibilizou várias conexões abertas utilizadas tanto por usuários normais quanto por especialista de segurança digital, totalizando um compartilhamento de 8 milhões de pacotes de dados, com a maioria sendo rastreável.

Como se proteger

Para se proteger, é necessário entender que o grande problema dessas redes Wi-Fi abertas e gratuitas são justamente o fato de serem totalmente disponibilizadas para qualquer usuário. Porém, há um jeito de prevenir o vazamento ou as invasões, e ainda poder utilizar essas conexões: a VPN.

Usando uma VPN tanto para o celular ou para seu notebook, todos os dados de seu uso de internet serão criptografados, impossibilitando assim que os criminosos possam detectar os pacotes que você está compartilhando.

Ao mesmo tempo, conforme já discutido aqui no Canaltech, frisamos que opções de VPN gratuitas não são recomendadas. Se você realmente quiser se proteger nesses lugares com Wi-Fi pública, assine um serviço, ou então você só estará trocando um problema por outro.

Instalar soluções antivírus em seus aparelhos também são passos importantes da prevenção, embora não mudem muito os perigos da conexão pública, já que, sem o uso de VPN, os dados continuarão sendo rastreados por outras pessoas conectadas na mesma rede.

No fim, se não quiser entrar em risco e não quiser assinar um plano de conexão VPN, o recomendado é utilizar o 4G nesses espaços.

Continua após a publicidade

Fonte: Avast