Sites de prefeituras no ES e MG sofrem ataques virtuais e ficam indisponíveis

Sites de prefeituras no ES e MG sofrem ataques virtuais e ficam indisponíveis

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 04 de Novembro de 2021 às 15h20
Reprodução/Check Point

Ataques virtuais tem se consolidado, atualmente, como uma das principais ameaças do mundo, afetando desde pessoas até mesmo governos e órgãos públicos. Aqui no Brasil, a situação não é diferente, com os exemplos mais recentes dessas fraudes ocorreram recentemente, nas prefeituras de Vitória (ES) e Belo Horizonte (MG).

Print de como estava o site da Câmara de BH após a invasão. (Imagem: Reprodução/JC Uol)

O ataque na Câmara Municipal de Belo Horizonte ocorreu nesta terça-feira (2). O golpe alterou a página inicial do site do órgão e inseriu um conteúdo animado .gif de uma pessoa atendendo um telefone, configurando um defacing, categoria de fraude virtual onde os criminosos modificam aspectos das páginas. Com essa modificação, porém, o acesso a demais informações contidas no site, como notícias, vídeos e calendários de eventos estavam inacessíveis. No fechamento desta matéria, os serviços já estavam operando normalmente.

Já no caso da Prefeitura de Vitória, cidade do Espírito Santo, o ataque foi mais severo, com os serviços de TI do órgão ficando indisponíveis em 22 de outubro e só sendo restaurados no dia 29. A possibilidade de os problemas terem sido ocasionados por um crime virtual foi levantada somente na quarta-feira (3), com o registro de m boletim de ocorrência junto à Polícia Civil, que está investigando o caso.

Segundo informações da subsecretária de TI para o portal A Gazeta, todos os serviços de TI da prefeitura do município, incluindo os sistemas e serviços on-line, durante o período onde a ameaça atuou, ficaram indisponíveis.

Ataques crescem

Os ataques digitais estão em alta no Brasil, com uma pesquisa da Fortinet afirmando que, somente no primeiro semestre de 2021, a ocorrência desses golpes em território nacional dobrou em relação a 2020, chegando aos 16,2 bilhões de casos, com o grande número de empresas que vem aparecendo em noticiários como vítimas destes crimes evidenciando esse dado para o público.

No começo de setembro, o site da Anvisa sofreu um golpe de defacing após a autoridade de saúde brasileira ter impedido a realização da partida Brasil contra Argentina, que aconteceria no dia 5 de setembro, por fraude nas informações de vacinação dos jogadores argentinos.

Mais recentemente, a Atento sofreu um ataque de sequestro virtual (ransomware) que deixou todos os sistemas da empresa, inclusive os relacionados a operações de clientes, inacessíveis. Segundo apurado pelo Canaltech, dados sensíveis da companhia foram vazados no processo.

Fonte: JC Uol, Gazeta

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.