Novo golpe chega pelo correio e exige pagamento digital para liberar empréstimos

Novo golpe chega pelo correio e exige pagamento digital para liberar empréstimos

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 18 de Agosto de 2021 às 20h30
Divulgação/Gehard G/Pixabay

A Delegacia da Receita Federal em Natal (RN) divulgou nesta terça-feira (17) um alerta sobre um novo golpe postal que está usando o nome da instituição para fazer vítima. Enviado através dos correios, uma suposta notificação alerta que a vítima deve pagar Impostos sobre Operações (IOF) para desbloquear um empréstimo feito por uma instituição financeira.

Segundo as autoridades, o documento falso alegra que o crédito ou financiamento solicitado pelo alvo será desbloqueado somente após o suposto imposto ser pago. A correspondência acompanha dados bancários que permitem a quitação de dívida, bem como uma assinatura falsa atribuída a um funcionário da Receita Federal.

“Trata-se de um golpe, já que a Receita Federal não fornece dados bancários para o recolhimento de tributos federais via depósito ou transferência”, alerta a instituição. O pagamento do IOF é feito exclusivamente via Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), sendo que a cobrança e o recolhimento são feitos exclusivamente pela instituição financeira que concede o crédito.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Confira algumas dicas da Receita Federal para se proteger:

  • Fique atento a possíveis erros de digitação que denunciam o golpe, bem como a informações confusas ou desencontradas;
  • Nunca pague valores informados em correspondências suspeitas; em caso de dúvidas, confirme a informação junto à sua instituição bancária;
  • Em caso de dúvidas, envie uma denúncia à Ouvidoria do Ministério da Economia pela internet.

A Delegacia da Receita Federal em Natal afirma que os responsáveis pelo golpe que se passam por servidores da instituição vão ser investigados e podem responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e falsa identidade. Além disso, eles terão que responder por danos causados à imagem da instituição e aos servidores que foram envolvidos indevidamente.

O golpe do pagamento falso de IOF é semelhante a outra ação criminosa realizada pelos correios que foi detectada em junho deste ano. Nela, os golpistas pedem que a vítima entre em um site suspeito para realizar a regularização do CPF e de dados cadastrais — ao fazer isso, ela pode ter suas informações pessoais e bancárias roubadas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.