Malwares de mineração são identificados na loja de apps do Ubuntu

Por Eduardo Hayashi | 15 de Maio de 2018 às 12h47

Embora distribuições baseadas em Linux sejam, de modo geral, confiáveis e sólidas em aspectos de segurança, é evidente que nenhum sistema operacional está totalmente livre de ameaças.

O exemplo mais recente disso é a identificação de malwares no catálogo oficial de aplicativos para o Ubuntu. Segundo as informações compartilhadas no GitHub, foram identificados dois softwares na loja online contendo o ByteCoin, código malicioso de mineração de criptomoedas.

Ainda conforme a publicação, ambos os malwares utilizavam o formato Snap, padrão de publicação de programas que simplifica todo o processo de distribuição de softwares em diversas distribuições Linux, camuflando-se no arquivo de sistema "systemd". Além disso, as aplicações também infectavam scripts de inicialização com o intuito de carregar todos os códigos maliciosos em segundo plano, longe da vista dos usuários.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Em comunicado, a Canonical, companhia responsável pelo Ubuntu, disse ter removido os malwares e todos os programas publicados pelo mesmo desenvolvedor até que uma apuração mais detalhada seja feita em relação ao impacto que as ameaças causaram na plataforma.

Fonte: Pplware

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.