Intel solta novas atualizações para corrigir falha Spectre em seus processadores

Por Redação | 08 de Fevereiro de 2018 às 13h45
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

Intel

Desde que foram constatadas as falhas de segurança em chipsets Intel, ARM e AMD pela equipe Google Project Zero no final do ano passado, as principais empresas do ramo estão trabalhando em parceria para solucionar este grave problema. Aos poucos, patches de atualizações com correções para navegadores, sistemas operacionais e microcódigos estão sendo disponibilizados para os usuários de todas as plataformas impactadas.

Desde o início desta semana, a Intel está lançando atualizações de microcódigos de produção voltadas às várias plataformas baseadas na microarquitetura de processador intitulada Skylake para seus clientes fabricante do equipamento original (OEM) e parceiros de indústria. A empresa também continua a liberar patches Beta para que sejam realizados extensivos textos antes de serem propriamente fornecidos para o público. Estas correções, inclusive, serão disponibilizadas por meio de atualizações de firmware OEM.

Em um comunicado oficial, a Intel enfatiza o quanto é importante que todos mantenham seus sistemas sempre atualizados. Segundo a companhia, há uma pesquisa que afirma que existe uma janela de tempo entre o período em que o usuário recebe a atualização e o momento em que esta é instalada. “No cenário atual, isto deve mudar”, comenta a empresa em nota.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De acordo com a unidade de ciberemergência do Departamento de Segurança Interno (US-CERT), cerca de 85% dos ciberataques poderiam ser prevenidos com atualizações regulares do sistema. A implementação frequente dos patches que são disponibilizados corresponde ao ciclo de vida dos métodos de exploração que os cibercriminosos utilizam, uma vez que os hackers estão sempre criando e adotando novas maneiras de explorar brechas de segurança.

A Intel afirma que continuará a trabalhar em conjunto com a indústria para responder a estas situações em que surgem novas categorias de explorações. Todavia, é importante que os usuários também façam a sua parte e atualizem seus sistemas regularmente, agora e futuramente.

Fonte: Intel

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.