Google deve pagar multa de US$ 13 milhões por polêmica Wi-Spy de coleta de dados

Por Natalie Rosa | 22 de Julho de 2019 às 18h00
https://www.flickr.com/photos/sanchom/
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

A Google foi condenada a pagar a quantia de US$ 13 milhões de multa, encerrando uma polêmica ação judicial que está em andamento desde 2010.

O caso, considerado o maior de acesso a dados dos Estados Unidos, acusa a gigante da tecnologia a utilizar seus carros e caminhões do Google Maps para coletar emails, senhas, entre outras informações pessoais de centenas de milhares de residências ao redor do mundo via Wi-Fi. Para ter uma proporção do tamanho do problema enfrentado pela Gogole na época, o caso chamado Wi-Spy causou tantos danos quanto o Cambrigde Analytica, que envolveu o Facebook no ano passado.

O pagamento da condenação ainda precisa de aprovação de juízes da cidade de São Francisco, na Califórnia, mas caso seja oficializada, as vítimas não receberão multas individuais, com exceção de 20 pessoas que registraram uma denúncia como ação coletiva.

Carro do Google Street View (Imagem: Reprodução)

Os advogados relacionados à denúncia contra a Google contam que, quase 10 anos depois, é difícil identificar exatamente quem são as pessoas afetadas. Caso a multa seja aprovada, parte do valor de US$ 13 milhões deve ser distribuída a grupos que trabalham em prol da defesa de privacidade, e além disso a Google irá destruir todos os dados que ainda estão armazenados e conscientizar as pessoas a se protegerem na internet.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.